ULTIMAS NOTICIAS

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Quatro trabalhadores morrem ao fazer limpeza de poço, no Cariri da PB

Sexta-feira, 13 de janeiro de 2016
Segundo enfermeira, vítimas trabalhavam no local, em Barra de São Miguel.
Quatro pessoas morreram e outras quatro se sentiram mal em outro poço.
Quatro pessoas morreram e outras quatro foram socorridas se sentindo mal, depois de entrarem em poços na zona rural de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano. O caso ocorreu por volta das 14h30 (horário local) desta quinta-feira (12). Segundo as primeiras informações divulgadas pela Polícia Civil, as vítimas estavam fazendo uma limpeza no poços quando tiveram um mal estar.

Os quatro homens socorridos no local  foram levados para o Hospital de Trauma de Campina Grande. De acordo com a unidade de saúde, as vítimas estão conscientes e em observação. Uma das vítimas, Luciano Costa, disse que não lembra de nada, apenas de ter corrido para ajudar e ter  inalado um gás que o fez perder a consciência e quando acordou já estava no hospital em Campina Grande.

Segundo informações iniciais dadas pela enfermeira Lúcia de Fátima do posto de saúde do sítio Riacho Fundo, onde vítimas foram atendidas, quatro trabalhadores de uma propriedade entraram no poço para fazer uma limpeza e morreram.

A causa das mortes ainda é investigada, mas inicialmente a equipe de saúde suspeita de que a água poderia estar com veneno, segundo a enfermeira.

“Foi algo muito estranho. Nos disseram que os homens foram entrando e reclamando que estavam passando mal e em seguida morrendo. Primeiro entraram dois e depois os outros dois entraram para tentar ajudar os que estavam dentro e também morreram. Já em outro poço, no mesmo sítio, outros quatro homens foram fazer o mesmo serviço e saíram do poço se sentindo mal. Esse poços foram soterrados por um rio, depois de algumas chuvas. Eles fazer a limpeza para reativá-los”, disse a enfermeira.

Já o sargento Eugênio, do Corpo de Bombeiros que foi ao local acredita que não houve envenenamento. Ele suspeita que as mortes ocorreram por falta de oxigênio dentro do poço. “A informação que a gente obteve é de que um deles estava fazendo algum tipo de manutenção no fundo do poço e ao perder a consciência, os outros três desceram para tenta ajudar o mesmo e acabaram também perdendo a consciência por falta de ar. Como no fundo do poço tem água, é possível que eles tenham sofrido afogamento. Não constatamos nenhum indício de substância tóxica”, explicou o sargento.

Segundo as informações do Corpo de Bombeiros de Campina Grande, os poços têm cerca de 10 metros de profundidade. Das quatro pessoas retiradas, duas precisaram de atendimento e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “O poço tem aproximadamente 10 metros e quando se está fazendo alguma atividade por longo período é comum faltar oxigênio. E se a pessoa não sair em tempo hábil vai perder a consciência”, disse o sargento.



Do G1 PB

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T