ULTIMAS NOTICIAS

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Barcelona (EQU) vence o Santos e elimina mais um brasileiro da Liberta

Quinta-feira, 21 de setembro de 2017
O empate por 1 a 1 conquistado no Equador parecia bom para o Santos. Na teoria. Na prática, resultou em uma pressão do Barcelona de Guayaquil, que jogou como se estivesse no Estádio Monumental Romero Isidro Carbo. O Peixe esperou para contra-atacar, mas esperou demais e acabou superado pelos equatorianos. Álvez, o mesmo que balançou as redes no jogo de ida, subiu de cabeça entre Vanderlei, Veríssimo e Braz para marcar e eliminar o Peixe da Libertadores. Até então, o time de Levir Culpi estava invicto na competição e tinha vencido as quatro partidas como mandante (uma delas no Pacaembu).

O começo até parecia ser do Alvinegro, mesmo sem contar com três titulares, todos machucados: Victor Ferraz, Renato e Lucas Lima. O substituto na lateral direita, Daniel Guedes, era o motorzinho do time. Entrou na área duas vezes e ameaçou dar um cartão de boas vindas. Mas os cruzamentos passaram batidos. Depois, domínio amarelo. Chute de longe, cruzamento na área, bola parada, cabeceio... Um massacre! Só no primeiro tempo foram nove finalizações do time do técnico Guillermo Almada contra duas do Peixe. A posse de bola também foi maior do "visitante" mais temido da Libertadores.

O Barcelona (EQU) já havia eliminado o Palmeiras em São Paulo, nas oitavas de finalNão que o Santos não tenha chegado perto. David Braz, de cabeça, até assustou Banguera, ao acertar o travessão. Foi o mais próximo que o Peixe chegou de ser ver na semifinal.O segundo tempo deu um pouco mais de esperanças para o torcedor. Ricardo Oliveira ficou cara a cara com Banguera, mas não chegou a tempo. Bruno Henrique, que costuma ser a solução, mais errou do que acertou. Seus dribles e velocidade ficaram nos pés de Velasco.No meio, Levir não conseguiu impedir que Díaz desse munição para todo o ataque do Barcelona.

A surpresa do técnico foi escalar Leandro Donizete, quando todos esperavam Vecchio e Jean Mota juntos.Jean só apareceu no segundo tempo, quando Vecchio já não aguentava mais. Nada disso abalou os equatorianos. Em um dos muitos cruzamentos, Álvez, o mesmo que fez um gol no Equador, venceu o tão elogiado Vanderlei. Logo depois de comemorar o gol de cabeça. Álvez foi expulso por entrada em Alison. A única alegria que a Vila Belmiro lotada teve nos últimos 45 minutos.

Levir mexeu no time. Esperou, esperou, mas mexeu a cabeça negativamente. O então invicto Santos cai em sua casa depois de voltar à Libertadores após cinco anos sem disputá-la. Foi bom enquanto durou.Agora, o Barcelona de Guayaquil enfrenta o Grêmio na semifinal da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 0 X 1 BARCELONA-EQU
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data-Hora: 20/9/2017 - 21h45
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Auxiliares: Raúl López (PER) e Victor Raéz (PER)
Público/renda: 12.730 pagantes/R$ 766.160,00
Cartões amarelos: Daniel Guedes e Bruno Henrique (SAN), Jonatan Álvez, Beder Caicedo e Marcos Caicedo (BAR)
Cartões vermelhos: Jonatan Álvez (BAR), aos 24'/2ºT (Vermelho Direto), Gabriel Marques (BAR), aos 42'/2ºT (Vermelho Direto), Bruno Henrique (SAN), aos 42'/2ºT (Vermelho Direto) 
Gols: Jonatan Álvez (22'/2ºT) (0-1)

SANTOS
Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison (Noguera, aos 42'/2ºT), Leandro Donizete (Kayke, aos 28'/2ºT) e Vecchio (Jean Mota, aos 9'/2ºT); Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

BARCELONA-EQU
Banguera; Pedro Velasco, Aimar, Arreaga e Beder Caicedo; Gabriel Marques, Matías Oyola e Damián Díaz (Segundo Castillo, aos 42'/2ºT); Esterilla (José Ayoví, aos 10'/2ºT), Marcos Caicedo (Erick Castillo, aos 20'/2ºT) e Jonatan Álvez. Técnico: Guillermo Almada.



Russel Dias, LANCE!

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T