ULTIMAS NOTICIAS

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Congresso espera sinalização de Bolsonaro sobre reforma da Previdência


Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Presidentes do Senado e da Câmara veem dificuldade para aprovação
Segundo o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), "quem tem condições" de iniciar o debate sobre o assunto é o próprio presidente eleito (Foto: Reprodução)
No primeiro dia de atividades no Congresso após a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República, os presidentes da Câmara e do Senado disseram que caberá ao futuro Chefe do Executivo uma sinalização sobre votar ainda este ano a reforma da Previdência.

Paralisada na Câmara desde fevereiro, quando o presidente Michel Temer decretou intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, a proposta pode ser votada da forma como está ou ser alterada para incluir pontos defendidos pela futura equipe econômica.

Segundo o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), "quem tem condições" de iniciar o debate sobre o assunto é o próprio presidente eleito. "Falar quando vai ser votada seria precipitação. Esse é um assunto tão importante que não deve gerar expectativa equivocada. Não sei ainda se tem clima na Casa", afirmou, ao chegar no Congresso Nacional. O parlamentar, que evitou responder se vai concorrer à reeleição para o comando da Câmara, disse que está à disposição da nova equipe, como parlamentar e cidadão, para ajudar no assunto.

"Eu acho que é urgente. Entre o que eu acho [e as condições para se colocar em votação], há uma distância. Precipitado é votar qualquer coisa sem voto. Tem que ter paciência", disse, informando que ainda não tem nenhum encontro marcado para discutir o assunto com Jair Bolsonaro ou com a equipe de transição entre o governo atual e o que se inicia em janeiro próximo.

Tramitação no Senado
Já o presidente do Senado, Eunício Oliveira, lembrou que a tramitação de uma proposta de emenda à Constituição não é simples. Como o decreto de intervenção no Rio impede a votação de mudanças constitucionais, seria necessário que o presidente Michel Temer suspendesse o ato. Além disso, o texto precisa ser aprovado em dois turnos no plenário da Câmara para só então ser apreciada pelos senadores.

"Ela [a proposta] terá que ser encaminhada à Comissão de Constituição e Justiça para emitir um parecer. Depois, ela vem para o plenário do Senado, onde se abre prazo de cinco sessões deliberativas [para o recebimento de emendas]. Se não tiver emendas, e é difícil uma matéria dessa natureza não ter emenda, ela vai para voto em primeiro turno. E depois abre-se novamente prazo para votar em segundo turno", detalhou.

Evitando dizer claramente que não há tempo hábil para a votação ainda neste ano, faltando pouco mais de um mês para a conclusão dos trabalhos legislativos, Eunício disse que vai colocar todas as matérias em votação até o último dia do mandato. "Não sei [se há tempo hábil] O presidente eleito poderá convocar o Congresso em janeiro [de forma extraordinária] se assim o desejar. Não depende de mim isso", respondeu.

Sobre projetos polêmicos que foram defendidos durante a campanha do presidente eleito, como a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, Eunício Oliveira disse que o plenário tem o poder para aprová-los ou não, seguindo o "processo natural do regime democrático", como sempre foi.




Fonte: Agência Brasil

Empresário morre em acidente entre moto e carro na BR-104


Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Um empresário conhecido como Zé Carlos Motos morreu, e uma outra pessoa ficou ferida, após um acidente envolvendo um moto e um carro em um trecho da rodovia BR-104, que fica no município de Esperança, Agreste paraibano, a 150 quilômetros de João Pessoa.

Ao Portal Correio, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que os dois veículos seguiam em sentidos opostos quando o empresário perdeu o controle da moto ao tentar fazer uma curva, invadiu a outra faixa e bateu de frente com o carro.

Ainda de acordo com a PRF, com o impacto, a moto ficou destruída e os ocupantes foram arremessados ao chão. O empresário morreu no local do acidente e o garupa foi socorrido para um hospital de Campina Grande em estado grave.




Fonte: PORTAL CORREIO

Experiência e bom relacionamento devem levar deputado do PSB novamente à presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba


Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Nome mais cotado para presidir a Assembleia Legislativa no próximo biênio 2019-2020, o deputado estadual Adriano Galdino (PSB) tem defendido um amplo consenso na base aliada do futuro governador João Azevedo (PSB) para escolha da futura mesa diretora.

Reconhecido pela lealdade ao governo Ricardo Coutinho (PSB) desde o seu primeiro dia de mandato em 2011, o ex-prefeito de Pocinhos também conquistou grande prestígio entre os seus partidários após ter cumprido, sem qualquer condicionante, o acordo que assegurou durante os dois últimos anos à presidência para o colega Gervásio Maia (PSB).

Campeão de votos em 2018, Gervásio foi promovido pelo eleitor paraibano à Câmara Federal.

Com isso, surgiu desde o fim do primeiro turno um forte movimento da bancada dos deputados reeleitos para que Adriano Galdino reassuma a presidência da Casa Epitácio Pessoa, em razão da sua experiência com presidente e também do ótimo relacionamento com todos os seus pares.

Nas eleições de 2018, Adriano Galdino saiu consagrado das urnas com 45.656 votos e continua sendo peça fundamental no xadrez político paraibano.

Seu retorno à presidência, diz a maioria dos colegas, é o caminho natural.




Fonte: PB Agora

Homem é encontrado morto próximo ao lixão de Alagoinha


Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Na manhã desta terça-feira (30), um homem, de 20 anos, foi encontrado morto em um matagal nas proximidades do lixão do município de Alagoinha

De acordo com informações policiais, a perícia foi acionada para tomar as providências e verificar o que teria ocasionado a morte, que provavelmente foi disparo de arma de fogo.

A vítima é conhecida da polícia por conta do seu histórico de delitos.

Ainda não há suspeitas sobre a motivação e autoria do crime.




Fonte: PB Agora

Concurso da Prefeitura de Cuitegi, PB, divulga edital com 78 vagas

Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Remunerações chegam a R$ 9.054; inscrições começam no dia 5 de novembro.
Foto: Editoria de arte/G1
Foi divulgado o edital do concurso da Prefeitura de Cuitegi, cidade da Região Metropolitana de Guarabira, na Paraíba. O certame oferece 78 vagas de trabalho, para cargos de níveis fundamental, médio/técnico e superior. As remunerações variam de R$ 954 a R$ 9.054.

As inscrições começam às 10h do dia 5 de novembro seguem até as 23h59 do dia 6 de dezembro, no site da organizadora, a Comissão Permanente de Concursos (CPCon) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).


Conforme o edital, as vagas de nível fundamental são para o cargo de auxiliar de serviços gerais, auxiliar de limpeza urbana, agente de vigilância sanitária, eletricista, motorista categoria D, motorista categoria B, operador de máquinas pesadas e porteiro.

No nível médio/técnico as vagas são para agente comunitário de saúde, motorista socorrista, motorista plantonista, técnico agropecuário/agrícola, técnico em enfermagem e técnico em enfermagem PSF.

Já no nível superior, as vagas são para os cargos de analista de controle interno, engenheiro civil, enfermeiro PSF, médico PSF, nutricionista, odontólogo PSF, pedagogo, psicólogo, procurador jurídico, professor de educação especial (AEE), professor de educação infantil, professor N2 – Português, professor N2 – Matemática, professor N2 – Geografia, professor N2 – História, professor N2 – Ciências, professor N2 – Educação Física, professor N2 – Inglês e supervisor escolar.

A taxa de inscrição é de R$ 60 para os cargos de nível fundamental; R$ 80 para os cargos de nível médio/técnico; e R$ 100 para os cargos de nível superior. A relação das inscrições homologadas será divulgada no dia 12 de dezembro. No dia 18 de janeiro de 2019, a CPCon disponibiliza o cartão de inscrição do candidato, no site da organizadora.

Conforme o edital, a prova escrita objetiva será aplicada no dia 27 de janeiro de 2019. Haverá prova de títulos para os cargos de professor e prova prática para os cargos de motorista e operador de máquinas pesadas. O resultado final será divulgado no dia 27 de março de 2019.




Por G1 PB

'O Capitão sabe o que faz e vai ser uma surpresa para o Brasil', afirma Julian Lemos


Terça-feira, 30 de outubro de 2018
O candidato eleito a deputado federal, Julian Lemos, garantiu na tarde desta segunda-feira (29) que o presidente eleito Jair Bolsonaro  (PSL) vai ser uma surpresa para o Brasil. "O capitão é muito inteligente, ele sabe o que faz e só trabalha com a verdade", garantiu o deputado.

Durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema Arapuan de Comunicação, Julian Lemos fez um análise de todo o processo eleitoral. Ele afirmou que os adversários de Bolsonaro, principalmente o PT, tentaram, de todas as formas, atrapalhar a campanha do capitão com a divulgação de mentiras nas redes sociais.

"Diziam que ele iria massacrar a classe negra e os nordestinos, mas de uma coisa o povo brasileiro pode ter certeza: Isso nunca vai acontecer porque Jair Bolsonaro foi eleito pelo povo brasileiro e vai trabalhar por todos e para todos independente de classe política, religião e etnia e povo do Nordeste foi fiel a ele",finalizou o deputado eleito.




Fonte: Paraíba.com

Caminhoneiros planejam nova greve a partir desta segunda-feira

Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Após a enxurrada eleitoral, a vida real volta a se impor. Começa nesta segunda-feira uma nova greve dos caminhoneiros, com início previsto em Goiás. Logo no primeiro dia após uma conturbada eleição, o país parece enfrenta nova rodada de polêmicos embates entre sociedade civil, representantes de setores comerciais e o Estado.

O motivo da greve é o descumprimento da tabela do piso mínimo do frete, que os caminhoneiros entendem como uma falha da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Segundo os motoristas, as transportadoras estão pagando um valor abaixo do frete mínimo, além de “perseguirem” os caminhoneiros que não aceitarem o valor.

A agência ainda estuda maneiras de penalizar o descumprimento da tabela, e por isso o prejuízo já é sentido pelos caminhoneiros. O prazo para apresentação de propostas para a ANTT acaba no dia 9 de novembro. Mas é de interesse do governo federal evitar que a greve prometida para hoje.

Segundo o líder do movimento, Wallace Landim, conhecido como Chorão, os caminhões que se encontram em situação irregular são impedidos de deixar as fábricas da cidade de Catalão. “Fiscais da ANTT estão neste momento nas fábricas fiscalizando os veículos e os regularizando”, afirmou o líder, que ainda ressaltou que, a partir do momento em que os caminhões são regularizados, são liberados. “Nossa manifestação está dentro da lei, e só queremos que as empresas cumpram o piso do frete”, disse.

A paralisação passada trouxe perdas gigantescas para a economia do país: o setor de transportes sofreu uma queda de 1,4% em relação ao primeiro trimestre; no mesmo período, o consumo das famílias ficou estagnado, tendo aumento de somente 0,1%; as exportações sofreram uma retração de 5,5%, e houve uma queda de 1,8% nos investimentos do país. Além desses números, analistas projetam um crescimento menor no PIB anual: segundo o Ministério da Fazenda, a perda será de 1,2 ponto percentual no produto interno bruto de 2018.

Vale lembrar que a tabela em vigor foi feita às pressas, para encerrar a paralisação de maio. Após um vai e vem de valores e cálculos, o governo federal fechou com um valor que valerá até janeiro de 2019. Ou seja: é um potencial enorme abacaxi para o próximo governo eleito. Além da tabela, houve uma redução em 0,30 real no valor do litro do diesel para caminhoneiros. Com o cumprimento da tabela, o subsídio, que se encerra no dia 31 de dezembro, poderia ser extinguido.

Encabeçada pelos caminhoneiros de Goiás, a greve começará com uma “fiscalização informal”: boqueio de pistas e de entradas das fábricas. Espera-se que caminhoneiros de Santa Catarina também possam aderir à paralisação. Se o movimento vingar, o governo já sabe que precisa ser rápido para evitar o pior.




Fonte: Exame

Prazo para justificar ausência no segundo turno vai até 27 de dezembro

Terça-feira, 30 de outubro de 2018
Requerimento de justificativa gerará um código de protocolo que permite ao eleitor acompanhar o processo até a decisão final do juiz da zona eleitoral
Eleitores devem justificar ausência (Foto: Arquivo/Agência Brasil)
Os eleitores que não compareceram ao local de votação nesse domingo (28) e não justificaram a ausência no segundo turno ainda podem regularizar a situação eleitoral até o dia 27 de dezembro.

A justificativa pode ser feita mediante o preenchimento de um requerimento disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deve ser entregue pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviado por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito. Além do formulário, o eleitor deve entregar documentação que comprove a impossibilidade de comparecimento na votação.

Pela internet, o eleitor pode justificar a ausência usando o Sistema Justifica nas páginas do TSE ou dos tribunais regionais. No formulário online, o eleitor deve informar seus dados pessoais, declarar o motivo da ausência e anexar comprovante do impedimento para votar.

O requerimento de justificativa gerará um código de protocolo que permite ao eleitor acompanhar o processo até a decisão final do juiz da zona eleitoral. A justificativa aceita será registrada no histórico do eleitor no Cadastro Eleitoral.

Eleitores no exterior
Os brasileiros que estavam no exterior no dia da votação também deverão encaminhar o formulário de justificativa pós-eleição e a documentação comprobatória até 60 dias após o turno ou em 30 dias contados a partir da data de retorno ao Brasil.

Se estiver inscrito em zona eleitoral do exterior, o eleitor deverá encaminhar o requerimento diretamente ao juiz competente ou ainda entregar nas missões diplomáticas e repartições consulares localizadas no país ou enviar pelo sistema justifica.

Consequências
O Tribunal Superior Eleitoral explica que a não regularização da situação com a Justiça Eleitoral deve pagar multa (por cada turno). O valor é definido pelo juiz eleitoral da região e varia de R$ 3,5 a R$ 35,10.  O eleitor faltoso também pode sofrer outras sanções, como impedimento para obter passaporte ou carteira de identidade para receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público.

A não justificativa impede ainda que o eleitor participe de concorrência ou administrativa da União, dos estados, Distrito Federal e municípios, além de inscrever em concurso público ou tomar posse em cargo e função pública.




Fonte: Agência Brasil

domingo, 28 de outubro de 2018

Mari: livres de agrotóxicos e de transgenia, qualidade da fava e milho colhidos supera expectativas


Domingo, 28 de outubro de 2018
O prefeito e agricultor Antônio Gomes, afirma que logo em breve o município de Mari estará efetivamente impulsionando sua economia
A Prefeitura de Mari, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, em parceria com agricultores familiares inscritos no Projeto Piloto: Propriedade Produtiva iniciou nesta semana colheita da fava vovó e dos milhos das espécies Jaboatão e ipanema. Ambos os cultivos foram acompanhados por especialista e seguiram as recomendações técnicas e agronômicas sugeridas, utilizando praticas agroecológicas, a exemplo do controle biológico com Bacillus thuringiensis (Bt) (confere resistência a insetos-praga, mas não tem efeito sobre outros organismos, tão pouco faz mal ao humano).

O prefeito e agricultor Antônio Gomes, afirma que logo em breve o município de Mari estará efetivamente impulsionando sua economia, com foco na geração de trabalho e renda ao homem e a mulher do campo. “O que tem de mais animador nesse projeto é que os nossos amigos e amigas agricultores estarão num futuro próximo podendo colher de forma satisfatória os frutos dessa grande iniciativa do nosso governo, que não mediu esforços em, disponibilizar a aração e análise de solo, calcário e sementes, com vista ao sucesso desse Projeto inovador”, arrematou AG.
De acordo com Severino Ramo, Secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, “a filosofia e a estratégia do Projeto Propriedade Produtiva é a de otimizar os resultados positivos na agricultura familiar, produzindo mais e melhor nas mesmas áreas onde os agricultores já produzem e toda produção colhida será selecionada como sementes para o próximo plantio, alimentação humana, assim como para alimentação animal (grão de milho fora de padrão) e o excedente será comercializado na feira livre. Busca-se também a implantação de uma unidade de processamento dos grãos, transformando fubá não transgênico, que será comercializado na Feira Agroecológica da Agricultura Familiar de Mari”, disse.

“As variedades utilizadas são selecionadas, e neste momento temos a resposta positiva na qualidade das sementes colhidas, comprovando a sua adequação ao nosso solo, tanto no que se refere a qualidade e a produtividade. Com a colheita da fava da variedade vovó plantada em consórcio com os milhos jaboatão e ipanema, que recebeu os tratos culturais com produtos naturais, ficou comprovado que é possível se produzir com qualidade e produtividade sem usar agrotóxicos e nem cultivares transgênicas, visto que a nossa estratégia de se optar pelo uso de sementes não transgênicas e nem o com o uso de veneno, atendeu aos requisitos de qualidade e produtividade, inclusive, superando as nossas expectativas”, comentou Adelaido Pereira, Gerente de Recursos Naturais e Desenvolvimento Sustentáveis da SMDEA.

Dentro do Projeto Piloto Propriedade Produtiva, destacam-se as parcerias com a EMEPA, EMBRAPA, EMATER, UFPB/CCA, PRAC/UFPB, SEBRAE, SEDAP E COPAF.






Fonte: Assessoria Prefeitura de Mari

As irmãs Bia e Branca Feres posam lindas e declaram: 'Juntas para sempre'

Domingo, 28 de outubro de 2018
Que genética! As gêmeas e atletas Bia e Branca Feres colocaram o corpão pra jogo em um clique de biquíni, neste sábado (27). Mas muito mais do que um clicão desses, as irmãs fizeram uma declaração muito fofa!

"São fotos como essa que nos fazem ver o quanto somos parte uma da outra. Nascemos juntas e permaneceremos juntas para SEMPRE!", legendaram.

Os seguidores não pouparam os elogios: "Chocada com tanta beleza", "Essa é pra fazer um quadro" e "Belíssimas" falaram alguns deles.

Bia se casou em novembro do ano passado com o empresário Maurício Netto.




Fonte: Glamour

Azevêdo diz que relação com a bancada federal da Paraíba terá convivência produtiva independente de postura política


Domingo, 28 de outubro de 2018
O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), em entrevista à Rádio CBN, na última quinta-feira (25), revelou que pretende se relacionar com a bancada federal da Paraíba, independentemente de postura política com uma relação de convivência produtiva. Na oportunidade, o socialista garantiu ainda que a relação com os municípios paraibanos continuará sendo a mesma já adotada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB): republicana e institucional.

João falou ainda que uma de suas metas ao frente do Executivo Estadual é profissionalizar ao máximo a gestão pública, qualificando os serviços, principalmente os de Saúde e de Educação. “Quero fazer com que a Saúde preste um serviço cada vez melhor e, por ser professor, quero garantir que a Educação será uma das prioridades do nosso governo”, destacou.

João explicou que um dos mecanismos que será usado para a profissionalização do governo, é a implantação de um Sistema de Governança Eletrônico, que vai garantir o acompanhamento de todo processo que envolve a execução das obras, desde a licitação, até a entrega. “Esse sistema vai permitir que qualquer problema com uma obra seja identificado de forma mais rápida, agilizando a resolução, além de fazer o acompanhamento das políticas públicas”, adiantou.

Convênios
João destacou o que, durante a gestão de Ricardo, o Governo do Estado celebrou convênios com 217 dos 223 municípios, através do Pacto Pelo Desenvolvimento. “Nós vamos manter esses convênios que estão em execução, porque a relação tem que ser republicana”, destacou.

Sobre a relação com a bancada federal, João reafirmou a intenção de reunir os 12 deputados federais e os três senadores que representam os interesses da Paraíba no Congresso Nacional e junto ao Governo Federal. “Vou convidá-los para uma reunião, para que a gente possa estabelecer uma relação de convivência que seja produtiva para a Paraíba, enfatizou.

João revelou ainda que vai discutir com a bancada a possibilidade de apresentação de emendas ao Orçamento Geral da União para a concretização de algumas obras que constam em seu plano de governo registrado na Justiça Eleitoral, como o Centro de Centro de Convenções de Campina Grande. Ele, no entanto, fez questão de ressaltar que se isso não for concretizado junto os parlamentares federais, o governo vai buscar as condições para garantir a execução das ações com recursos próprios.

Por fim, João revelou que a equipe de transição que já está sendo montada, será coordenada pelo atual controlador geral do Estado, Gilmar Martins.




Fonte: WSCOM

Cantora sofre acidente de moto e fica em estado gravíssimo, em João Pessoa


Domingo, 28 de outubro de 2018
É gravíssimo o estado de saúde da cantora Shelly Carvalho de 22 anos. Ela sofreu um grave acidente de moto na tarde deste sábado (27), no bairro Valentina de Figueiredo, em João Pessoa.

Segundo o Samu, a cantora estava na moto dela e sem capacete quando foi trancada por um carro.

Na batida, Shelly foi arremessada e na queda teve traumatismo craniano. Ela foi socorrida para o Trauma da Capital onde passou por cirurgia e está em estado gravíssimo.

Shelly passou por varias bandas de João Pessoa como Swing Estourado, Claudiano, Banda Geração, Swing dos Playboy e Banda O sheik.




Fonte: PB HOJE

Deputado agride prefeita durante entrevista: ‘Você é uma puta que rouba”


Domingo, 28 de outubro de 2018
O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Jalser Renier (SD), xingou e ameaçou a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (PMDB), após interromper uma entrevista que ela concedia ao vivo para uma rádio local na tarde desta sexta-feira (26) em Boa Vista.

“Você vai pagar, sua vaca. Você é uma pilantra, você é que rouba. Você rouba. Você é uma puta que rouba. Eu vou te prender, sua puta. Você vai ver o que vai acontecer”, ameaça Jalser no vídeo da confusão.

Segundo Teresa, o parlamentar invadiu a emissora em que ela realizava a entrevista e a agrediu verbal e fisicamente com um empurrão e um aperto no braço. Ainda de acordo com Teresa, a secretária de Comunicação do município, Ana Florêncio, um assessor e um segurança também foram agredidos fisicamente pelo presidente. “Ele estava totalmente descontrolado”, disse.Em entrevista ao G1, Jalser Renier afirmou que houve uma “discussão calorosa” causada por diferenças políticas. Ainda segundo o presidente, ele foi agredido fisicamente por Teresa. “Não houve nenhuma agressão. É só olhar para o estado dela. Não houve problema nenhum. Eu sim sofri uma agressão”, disse, afirmando que não iria detalhar como ocorreu a agressão.

Ainda segundo o presidente, ele foi à rádio em busca de direito de resposta em razão de declarações feitas por Teresa durante a entrevista contra o grupo político que ele faz parte. “Quando fui questionar, ela, em um tom ameaçador e constrangedor, olhou para mim e tentou me agredir e eu calorosamente me defendi”. O presidente disse que analisa com sua assessoria jurídica se irá tomar alguma providência sobre o fato.

Em vídeos gravados e divulgados por assessores de comunicação que acompanhavam a entrevista, é possível ver o momento em que o presidente da ALE-RR entra no estúdio e cumprimenta o apresentador do programa de rádio durante a entrevista.Ao perceber a entrada de Renier, Teresa diz que vai encerrar a entrevista e o presidente da ALE-RR começa a questionar a decisão e parte para a agressão verbal. “Porque encerrar? Essa prefeita é uma prefeita irresponsável. É uma pilantra. Essa prefeita é uma prefeita sem noção, sem caráter”.

Ainda nas imagens é possível acompanhar que Teresa pede que um de seus assessores continue gravando as agressões verbais quando, ao perceber que está sendo filmado, Jalser toma o celular da mão do assessor e o joga no chão gritando “grava seu idiota. Grava”. A imagem é interrompida, mas o áudio da mídia continua gravando.

O presidente da ALE chama então Teresa de idiota e é possível ouvir a prefeita retrucando a ofensa. Também foram registrados gritos, xingamentos e pessoas chamando seguranças do local. Em seguida, o presidente se desespera ao perceber que outra pessoa que não estava mais no local também havia gravado a confusão e faz uma ameaça a alguém que não é possível identificar. “Eu vou acabar com a tua vida”.

Depois que as imagens são retomadas, é possível ouvir uma pessoa tentando acalmar o presidente. “Jalser, para. Na rua não”, diz, quando o presidente deixa o estúdio e segue em direção a rua.No final do vídeo é possível ouvir Renier gritando “atira” repetidas vezes, mas as imagens não deixam claro o que ocorre neste momento.

Em sua defesa, Jalser afirma que Teresa criou um “factóide político”. “Eu, como cidadão, como ser humano, qualquer pessoa que se sentir agredida na questão da tolerância política pode entrar e pedir o direito de resposta. Eu fui simplesmente – tem o áudio gravado – onde nós entramos e [pedi] simplesmente que eu tivesse a oportunidade de me defender”.

Prefeita registrou caso na PF
Em entrevista nesta noite, Teresa Surita afirmou que registrou o caso na Polícia Federal por considerar que as agressões de Renier estão relacionadas às eleições para governador. Apesar disso, ela garante que dava a entrevista na rádio sobre os ajustes financeiros que fará na gestão municipal e que não pediu voto para qualquer candidato ao executivo estadual.“No meio da entrevista, o apresentador me perguntou sobre a questão política do segundo turno e eu coloquei a minha livre expressão de escolha. Eu não citei o nome do deputado nenhuma vez. Eu não entrei em questão política, não pedi voto para ninguém. Continuamos a entrevista quando ele [Jalser] invadiu o estúdio e veio com muitas agressões, inclusive físicas”, disse a prefeita.

Os três servidores que teriam sido agredidos, a prefeita e outros dois servidores prestaram depoimento na PF por cerca de três horas. Três deles também passaram por exame de corpo de delito. A secretária de Teresa, Ana Florêncio, afirmou que teve o punho esquerdo ferido por Jalser ao tentar intervir na confusão.A prefeita disse que relatou à PF o ocorrido e que já sofreu outras ameaças por parte de Renier. Ela ainda irá analisar com advogados quais medidas judiciais irá tomar. “Coloquei minha preocupação porque durante as ameaças que ele me fez na rádio ele ameaça a minha vida”.




Fonte: Polêmica Paraíba

Energia ficará mais barata em novembro


Domingo, 28 de outubro de 2018
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nessa sexta-feira (26) que a bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em novembro será amarela. Assim, haverá uma redução na cobrança em relação aos cinco meses anteriores, quando a bandeira foi vermelha.

A bandeira amarela tem custo de R$ 1 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Já a bandeira vermelha, que vigorava desde junho, prevê cobrança de R$ 5 a cada 100 kWh.

A justificativa para a redução na cobrança está no início do período de chuvas. Segundo a Aneel, apesar de os reservatórios ainda estarem com níveis reduzidos, a agência acredita que com o início da estação chuvosa haja elevação gradual no nível de produção de energia pelas usinas hidrelétricas.

Sistema
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. A adoção de cada bandeira, nas cores verde (sem cobrança extra), amarela e vermelha (patamar 1 e 2), está relacionada aos custos da geração de energia elétrica. No patamar 1, o adicional nas contas de luz é de R$ 3 a cada 100 kWh; no 2, de R$ 5.

Dicas de economia
Para evitar aumento significativo nas contas, a Aneel faz algumas recomendações aos consumidores, entre as quais de banhos mais rápidos para quem usa chuveiro elétrico, e optar por temperatura morna ou fria.

A agência sugere também a diminuição no uso do ar-condicionado e que, quando o aparelho for usado, não se deixem portas e janelas abertas. Além disso, é preciso manter limpo o filtro do aparelho. Outra sugestão é que o consumidor fique atento ao tempo em que a porta da geladeira fica aberta e que nunca se coloquem alimentos quentes em seu interior.

Outras dicas são juntar as roupas para serem passadas de uma só vez e não deixar o ferro ligado por muito tempo e, em caso de longos períodos de ausência de casa, evitar que os aparelhos fiquem no sistema stand-by (em espera). Nesse caso, o mais indicado é retirá-los da tomada.




Fonte: Agência Brasil

Acidente com vítima fatal entre Araçagi e Guarabira

Domingo, 28 de outubro de 2018
Um acidente ocorreu na tarde deste sábado, entre Araçagi e Guarabira, nas proximidades da fazenda do dr. Zé Romero, na Curva do Eucalipto.

Segundo informações, o corpo de um homem foi visto às margens da estrada. Próximo ao corpo, o estado da moto indicava a força com a qual o acidente ocorreu. Testemunhas dizem que o homem vinha em alta velocidade e sobrou na pista. O acidente foi fatal.

A equipe do SAMU já esteve no local, mas constatou o que populares informaram a nossa redação: a morte do homem que ainda não foi identificado.

Confirmado, o nome da vitima é Rosinaldo, o mesmo morador do Escrivão, Município de Guarabira/PB.







Redação com Portal Nordeste 1

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Junção do PSB, Avante e Podemos é determinante para eleger Adriano Galdino presidente da ALPB


Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
Candidato a presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) não brinca em serviço e conta com a articulação resolutiva do deputado Genival Matias para conquistar apoios e hoje eles já somam 14 votos certos para o pleito que acontece em fevereiro de 2019.

A junção dos partidos PSB, Avante e Podemos foi o fator determinante para consolidar e fazer com que Galdino largasse na frente da disputa, deixando para trás os possíveis postulantes ao cargo que aos poucos estão desistindo de disputar a presidência da Casa Legislativa.

O Avante já confirmou que Tião Gomes, Genival Matias e Júnior Araújo votam com Galdino.

O Podemos contabiliza os votos de Edmilson Soares, Branco Mendes e João Gonçalves também para Adriano.

Outra informação exclusiva do blog do Anderson Soares, é que Genival Matias é o mais cotado para ser o vice na chapa de Galdino.

“Com a articulação certeira de Genival Matias e o histórico de transparência, de homem correto e cumpridor de Adriano Galdino, seguimos para um pleito de união e muito trabalho”, disse um deputado.




Fonte: Blog do Anderson Soares

Exclusivo: carro do secretário de finanças de Bayeux é alvejado à bala; veja fotos

Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
O carro do secretário de Finanças de Bayeux, Emerson, foi alvejado a bala na noite desta quinta-feira, nas imediações do Corpo de Bombeiros, na BR-230. O secretário vinha de Bayuex, quando foi foi surpreendido com vários disparos de arma de fogo.

Segundo informação repassadas ao Blog do Anderson Soares , o secretário não sofreu nenhum ferimento.

Mais detalhes em instantes.










Fonte: Blog do Anderson Soares

Prestes a dar à luz, Sabrina Sato posa lindíssima para ensaio fotográfico

Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
Apresentadora está na 36ª semana de gestação
Sabrina Sato - Reprodução Internet
Rio - Sabrina Sato, de 37 anos, posou para um ensaio fotográfico em que lindíssima mostrando seu barrigão de gravidez. A apresentadora está no oitavo mês de gestação e divulgou recentemente que a filha irá se chamar Zoe.

"Minhas amigas falam que vou sentir falta da barriga. E pensem em alguém que está curtindo e se esbaldando. Ehehhe parece até que estou grávida há um ano e é muito doido porque não me lembro mais como era antes. Sei que super valorizo esse momento mas é porque estou tão feliz, tão plena... e hoje completamos 36 semanas", escreveu Sabrina na legenda da foto.

Zoe é fruto do relacionamento de Sabrina Sato com o ator Duda Nagle. Os dois estão juntos desde março de 2016.




Fonte: O Dia

Paula Fernandes está namorando empresário paraibano

Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
A cantora Paula Fernandes, 34, fez as primeiras aparições em público com o namorado Gustavo Lyra. Os dois foram a duas festas. No aniversário da modelo Izabel Goulart, na casa do apresentador Matheus Mazzafera, e também na festa de aniversário de Rodrigo Faro.

O empresário paraibano tem 29 anos e, segundo o programa Fofocalizando, do SBT, os dois foram apresentados pelo estilista Eduardo Amarante há pouco mais de um mês. Antes de Lyra, Fernandes namorou o cantor Thiago Aracam. O último relacionamento mais longo da cantora foi com o dentista Henrique do Valle, que durou quatro anos.




Fonte: Folha de Pernambuco

Carol Portaluppi posa de biquíni e filosofa: 'Chega de pouco amor'

Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
Filha de Renato Gaúcho divulgou imagem nas redes sociais
Carol Portaluppi posa de biquíni - Reprodução Internet
Rio - Carol Portaluppi, de 24 anos, arrancou suspiros de seus seguidores do Instagram ao postar uma foto em que aparece de biquíni na Praia de Ipanema, Zona Sul do Rio, na madrugada desta quinta-feira. A filha de Renato Gaúcho aproveitou o clique para filosofar.

"Nunca é tarde para aprender a pensar: “mereço algo melhor, não vou mais me contentar com pouco, em nada. Chega de pouco amor, pouca lealdade, pouco esforço, pouca sinceridade, poucas demonstrações, pouca confiança, pouco sorriso, pouco eu. Agora sou eu em primeiro lugar, depois eu em segundo e em terceiro eu novamente", escreveu na legenda.




Fonte: O Dia

Homem mata padrasto a facadas após discussão, em João Pessoa


Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
Um homem de 32 anos matou o padrasto a facadas, na madrugada desta quinta-feira (25), no bairro Treze de Maio, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito e a vítima discutiram durante a noite. O corpo foi encontrado nesta manhã pela mãe do suspeito e esposa da vítima.

Josival Messias do Nascimento teria discutido com Edson Carlos Nascimento da Silva durante a noite da quarta-feira (24). Por isso, a mãe de Josival e esposa de Edson decidiu não dormir em casa.

A polícia foi acionada por ela por volta das 8h. Segundo informações da PM, o suspeito já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas e estava foragido do regime semiaberto. Até as 11h desta quinta-feira, ele não havia sido identificado.




Fonte: G1

Ministro concede prisão domiciliar a presas por tráfico que forem mães ou estiverem grávidas


Quinta-feira, 25 de outubro de 2018
Ricardo Lewandowski também concedeu prisão domiciliar a presas que forem mães e tiverem sido condenadas em 2ª instância. Cerca de 14,2 mil mulheres devem ser beneficiadas.
O ministro do STF Ricardo Lewandowski — Foto: Carlos Moura/SCO/STF
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu nesta quinta-feira (25) prisão domiciliar a presas por tráfico de drogas que tiverem filhos de até 12 anos ou estiverem grávidas.

Lewandowski também autorizou prisão domiciliar para as presas que forem mães e tiverem sido condenadas em segunda instância, mas ainda sem condenação definitiva – ou seja, que ainda podem recorrer.

A decisão foi dada efetivamente para uma mulher condenada em segunda instância e nove presas por tráfico. Mas, no entendimento do ministro, todas as mulheres presas por tráfico e condenadas em segunda instância também têm direito ao benefício.

A decisão do ministro, tomada nesta quarta-feira (24), seguiu o entendimento da Segunda Turma do STF segundo o qual foi possível assegurar a prisão domiciliar a todas as presas provisórias que não tivessem condenação.

Na ocasião, o STF não respondeu sobre possibilidade de prisão domiciliar a quem estivesse presa por tráfico, e por conta disso, os tribunais vinham negando o benefício.
De acordo com Lewandowski, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) informou que há 14.750 presas que podem ser beneficiadas com a decisão desta quarta-feira.

Condenada em segunda instância
Na decisão desta quarta, Lewandowski citou que, apesar de o Supremo ter permitido a prisão para condenações a partir de segunda instância, não se questiona que sejam prisões provisórias.

Para ele, a prisão domiciliar se aplica para presas mães condenadas em segunda instância independentemente da decisão que o STF vai tomar de maneira definitiva.

Segundo o ministro, as presas mães e grávidas são "as mais vulneráveis de nossa população".

"Não há dúvidas de que são as mulheres negras e pobres, bem como sua prole – crianças que, desde seus primeiros anos de vida, são sujeitas às maiores e mais cruéis privações de que se pode cogitar: privações de experiências de vida cruciais para seu pleno desenvolvimento intelectual, social e afetivo – as encarceradas e aquelas cujos direitos, sobretudo no curso da maternidade, são afetados pela política cruel de encarceramento a que o Estado brasileiro tem sujeitado sua população", afirmou.

O ministro ainda determinou que o Congresso Nacional seja notificado para iniciar estudos sobre estender a possibilidade de prisão domiciliar para mulheres mães de crianças de até 12 anos e grávidas mesmo em caso de condenação definitiva, quando não há mais recurso.

Presas por tráfico de drogas
O ministro Ricardo Lewandowski também decidiu que prisão por tráfico de drogas não é impedimento para a prisão domiciliar.

"A concepção de que a mãe trafica põe sua prole em risco e, por este motivo, não é digna da prisão domiciliar, não encontra amparo legal e é dissonante do ideal encampado quando da concessão do habeas corpus coletivo. Não há razões para suspeitar que a mãe que trafica é indiferente ou irresponsável para a guarda dos filhos", decidiu o ministro.

Lewandowski concedeu liberdade em diversos casos de presas por tráfico ao entrar no presídio ou flagradas com drogas dentro de casa.

Descumprimento do HC coletivo
Segundo a decisão, o Depen informou inicialmente que 10.693 mulheres poderiam ter prisão domiciliar, mas que só 426 haviam sido soltas. Depois, o Depen disse que fez uma "busca ativa" de quem se enquadrava nos parâmetros, e o número saltou para 14.750 - mas não há dados atualizados de quantas já foram soltas.

A Defensoria Pública do estado do Mato Grosso do Sul afirmou que 448 faziam jus, mas só 68 foram soltas no estado.

Já o Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos informou que a decisão vem sendo "desafiada" e que, em São Paulo, 1.229 deixaram cárcere, mas 1.325 ainda podem sair. No Rio de Janeiro, 217 poderiam ir para casa, mas só 56 foram atendidas. Já em Pernambuco, 111 presas faziam jus mas só 47 saíram.

Em razão das informações de entidades, Lewandowski determinou que diversos órgãos se manifestem em até 15 dias sobre o não cumprimento da decisão. Entre os órgãos notificados estão Defensorias Públicas e Tribunais de Justiça.




Fonte: Mariana Oliveira, TV Globo — Brasília
 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T