ULTIMAS NOTICIAS

domingo, 25 de setembro de 2016

Cuca rebate críticos, renega "Cucabol" e pede respeito ao líder do Brasileiro

Domingo, 25 de setembro de 2016
Treinador não gosta do modo como o estilo de sua equipe vem sendo avaliado. Comandante explica mudança de postura durante jogo contra o Coritiba
Cuca orienta o time na beira do gramado (Foto: Marcos Ribolli)
O Palmeiras é líder do Brasileirão, está há 10 jogos sem perder na competição, vem demonstrando bom desempenho e, ainda assim, o técnico Cuca se incomoda com algumas críticas. Após a vitória por 2 a 1 contra o Coritiba, neste sábado, em casa, o treinador defendeu o estilo de jogo da equipe, que costuma ser muito forte no jogo aéreo, e a jogada de cobrança de lateral direto para a área que se tornou arma da equipe (neste sábado, Gabriel acertou a trave após arremesso de Moisés). Veja:

O estilo do Verdão foi batizado de “Cucabol”. O técnico não gostou nada.

Deveriam ter um pouco mais respeito com o nosso trabalho e olhar para o que já foi feito
Cuca, sobre críticas ao Palmeiras

– Criei esse jogada de lateral na área porque primeiro as dimensões do campo diminuíram; segundo porque temos um bom batedor de arremesso lateral (Moisés); terceiro porque a gente tem bons componentes no jogo aéreo que encaixam bem a segunda bola – explicou, para em seguida completar:

– Algumas pessoas se incomodam com isso, dizem que existe o jeito "Cucabol". Deveriam ter um pouco mais respeito com o nosso trabalho e olhar para o que já foi feito. O arremesso lateral se tornou uma jogada importante que todo mundo faz. Então será que vão dizer que os outros também são "bol"?

Sobre o jogo contra o Coritiba, o treinador explicou por que o Palmeiras foi tão diferente no segundo tempo em relação ao primeiro. Na etapa inicial, o time não conseguiu criar perigo, embora tenha passado a maior parte do tempo com a bola.

– Foi um jogo muito complicado. O Coritiba fez uma marcação espalhada, os dois volantes marcando muito bem, os laterais acompanhando também. Isso dificulta a criação das jogadas porque o adversário se posiciona de maneira certa. Nós tínhamos Erik, Guedes, Dudu, mas a velocidade não aparecia em campo – afirmou.

Em seguida, Cuca explicou quais foram as providências que ele tomou para que o time deslanchasse no segundo tempo.

– Entendemos que precisávamos de um pivô para que trabalhássemos melhor a bola pelos lados. Abrimos o Gabriel, colocamos o Leandro (Pereira). A ideia era até colocar o Barrios. Mas o Leandro foi feliz em fazer gol. Antes mesmo de marcar já havíamos colocado uma bola na trave. Saímos felizes com o resultado.

O técnico do Palmeiras refutou também qualquer clima de otimismo exagerado entre o seu elenco. Ele afirma que todos estão conscientes de que ainda tem muito campeonato a ser disputado.

– Clima de já ganhou? (risos). Não sei onde. Não viu hoje a dificuldade que é para ganhar um jogo, o coração na mão, estando na iminência de perder o resultado a qualquer momento? Temos que estar ligados em todos os detalhes. Às vezes, até passo um pouco do limite com os jogadores, reclamo um pouco a mais com eles. Até demais. Sempre em cima de querer que eles cheguem à perfeição. Então imagina que vai ter clima de "já ganhou". De forma alguma.



Por Felipe Zito
São Paulo

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T