ULTIMAS NOTICIAS

POLITICA

ESPORTES

Mais Noticias

domingo, 31 de maio de 2020

Principais clubes brasileiros sofrerão perdas bilionárias

Domingo, 31 de maio de 2020
Matéria do Site Folhapress
Foto: Reprodução
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um estudo da consultoria EY estima que os 20 clubes mais bem colocados no ranking da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) sofrerão perdas somadas de ao menos R$ 2 bilhões em 2020.

A análise leva em conta a paralisação do esporte desde março, por causa da pandemia da Covid-19, e considera o retorno das partidas no mês de julho, com os campeonatos estaduais, além da conclusão do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores até o fim do ano –sempre com jogos sem a presença de público.

O cenário pode ser ainda pior para os clubes, já que ainda não há datas de retorno estabelecidas para os torneios, e a chance de concluir o Brasileiro até dezembro se mostra cada vez menor.

O relatório aponta que, com a pandemia, as 20 agremiações, que faturaram R$ 6 bilhões ao todo em 2019, terão uma retração de 22% (R$ 1,34 bilhão) a 32% (R$ 1,92 bilhão). Isso as fará regredirem para o patamar de receitas de 2016.

A empresa analisou resultados financeiros de América-MG, Athletico, Atlético-GO, Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo, Sport e Vasco.

As equipes deverão ser afetadas principalmente no recuo da arrecadação com a venda dos direitos de televisionamento e o chamado “matchday” (ganhos com bilheteria, sócio-torcedor, camarotes e cadeiras cativas, além da comercialização de alimentos e bebidas no dia de jogo).

“A crise afeta o poder de consumo da população, todos os setores terão perdas, e a parcela que mais vai impactar é a redução de receita com pay-per-view”, afirma Pedro Daniel, gerente de esportes da EY.

A consultoria projeta que, com a queda na base de assinantes, os clubes serão atingidos com uma redução de 40% nesse item. O valor da assinatura do pay-per-view começa em R$ 79 (pacote streaming) ou R$ 115 (operadoras de TV por assinatura).

Desde o começo da pandemia, o Premiere, serviço do Grupo Globo, perdeu aproximadamente 400 mil assinaturas. A empresa repassa 38% do valor obtido com as vendas do pay-per-view, aproximadamente R$ 550 milhões em 2019, aos times da Série A.

O dinheiro é dividido de acordo com a pesquisa de torcedores assinantes do serviço, realizada pela emissora.

Principal fonte de dinheiro para os times, a cessão dos direitos de transmissão, que inclui, além do pay-per-view, a venda para televisão aberta e fechada, responde atualmente por 39% de todas as receitas das agremiações.

Em 2019, rendeu aos 20 clubes pesquisados R$ 2,3 bilhões. Segundo o estudo, deverá cair para R$ 2 bilhões ao longo de 2020.

As transferências de jogadores representam a segunda maior fonte de renda dos clubes brasileiros. A baixa estimada em 40% nesse tipo de negócio irá gerar retração, de R$ 1,6 bilhão, em 2019, para R$ 973 milhões, em 2020.

O relatório, porém, ressalta que a desvalorização do real poderá mitigar parte dessas perdas, já que os valores de transferência para o exterior são fixados em dólares ou euros. Outro possível trunfo é que as equipes estrangeiras, com limitações de investimentos, poderão direcionar suas negociações para os mercados emergentes, como o brasileiro.

Sobre os ganhos com patrocinadores, royalties de produtos licenciados e vendas de camisas, a EY estima que haverá um recuo de até 30%, de R$ 712 milhões em 2019 para R$ 481 milhões em 2020.





Por: Folhapress

Novo decreto do Governo é mais rígido no confinamento e prevê ação criminal para quem desobedecer

Domingo, 31 de maio de 2020
Matéria do Site Paraíba.com.br
João Azevêdo (Foto: Reprodução)
O governador João Azevêdo (Cidadania) publicou neste sábado (30) decreto que restringe, ainda mais, a possibilidade das pessoas circularem, a partir da próxima segunda-feira (1º de junho), na cidade de João Pessoa e nos demais municípios da Região Metropolitana. O objetivo é prevenir e combater a disseminação da pandemia do novo coronavírus.

O documento dispõe sobre medidas gerais de contenção à proliferação da COVID-19 e estabelece, no período de 1 a 14 de junho (iniciando a partir de segunda-feira), uma política de isolamento social mais rígida nos municípios de João Pessoa, Alhandra, Bayeux, Caaporã, Cabedelo, Conde, Santa Rita e Pitimbu para o enfrentamento mais eficaz da pandemia, com o controle da circulação de pessoas e veículos nos espaços e vias públicas.

“O objetivando reduzir a velocidade de propagação da doença”, afirma o governador, no decreto.

Segundo o decreto, “as pessoas comprovadamente infectadas ou com suspeita de contágio pelo vírus deverão permanecer em confinamento obrigatório em casa, na unidade hospitalar ou em outro lugar determinado pela autoridade de saúde. Quem desobedecer estará cometendo uma infração e arcará com a devida responsabilidade, podendo responder até na esfera criminal.

Para ver na íntegra o decreto é só clicar aqui:





Por: Paraíba.com.br

Ex-'The voice', cantora capixaba é apontada como nova namorada do Roberto Carlos

Domingo, 31 de maio de 2020
O romance, que teria começado antes da quarentena, segue atualmente a distância.
Ainda de acordo com a atração, não foi só a música que teria unido os dois. A cantora de 27 anos é da mesma cidade do Rei, Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo. (Foto: Reprodução)
Roberto Carlos pode estar vivendo um novo amor. Segundo o programa "A tarde é sua", o cantor está namorando a cantora capixaba Tamara Angel, que fez parte da sétima temporada do "The voice Brasil", exibida em 2018. O romance, que teria começado antes da quarentena, segue atualmente a distância.

Ainda de acordo com a atração, não foi só a música que teria unido os dois. A cantora de 27 anos é da mesma cidade do Rei, Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo.

Tamara esteve no início de março no Rio e posou com Roberto no estúdio dele na Urca. "Dei um pulo no Rio ontem pra visitar um amigão", escreveu ela ao postar foto do encontro. No dia 16 de janeiro, deste ano, ela já tinha postado uma outra foto mais antiga com o cantor, de 79 anos. "Um TBT memorável com o Rei e cachoeirense. Muita admiração e respeito pelo conterrâneo", legendou ela.

Tamara Angel começou sua carreira na música como cover da cantora canadense Avril Lavigne. Ela já se apresentou para um público de três milhões de pessoas, quando cantou na Parada LGBTQI+ da cidade de São Paulo.





Por: Extra

Pessoas com diabetes têm prioridade de atendimento na PB, prevê lei

Domingo, 31 de maio de 2020
Lei dá atendimento prioritário para pessoas com a doença em órgãos públicos, estabelecimentos comerciais e instituições financeiras.
Pessoas com diabetes têm prioridade de atendimento a partir deste sábado na PB, prevê lei — Foto: Rizemberg Felipe/Jornal da Paraíba
Uma lei que garante atendimento prioritário para pessoas com diabetes em órgãos públicos, estabelecimentos comerciais e instituições financeiras foi sancionada pelo Governo da Paraíba em publicação do Diário Oficial do Estado deste sábado (30). As pessoas com a doença deverão apresentar documento que comprove a patologia.

De acordo com a publicaçãoas pessoas com diabetes terão a mesma prioridade que idosos, pessoas com deficiência e gestantes. A Lei n° 11.697 também diz que a pessoa com diabetes para ter o direito a prioridade deverá apresentar documento médico que comprove a doença.

Os estabelecimentos que descumprirem a lei receberão advertência na primeira autuação. Em caso de nova infração, será estabelecida multa fixada entre 10 e 100 Unidades Fiscais de Referência do Estado da Paraíba (UFR-PB), considerados o porte do estabelecimento, as circunstâncias da infração e o número de reincidências.

Os valores arrecadados das multas deverão ser destinados ao Procon-PB. A lei vale a partir deste sábado (30).





Por: G1 PB

sábado, 30 de maio de 2020

Estudiosos questionam pesquisa da The Lancet que aponta ser ineficaz o uso da hidroxicloroquina

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria do Site Paraíba.com.br
Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil
Cerca de 120 cientistas médicos, pesquisadores e estatísticos questionaram, em carta aberta, a metodologia e o viés nos resultado da pesquisa realizada pela revista médica The Lancet que, em artigo médico-científico, afirmou que o uso da hidroxicloroquina não é eficaz e pode causar riscos cardíacos para pacientes. A revista é uma das mais antigas publicações da área.

A carta aberta ao público foi elaborada por cientistas médicos, pesquisadores e estatísticos de várias partes do mundo, em especial Itália, França, Espanha e Estados Unidos, de várias instituições médicas de renome, como a Harvard Medical School, o Imperial College London, Universidade Médica da Pensilvânia, Universidade Duke, entre outras.

No documento, os estudiosos e instituições afirmaram que não há como revisar os dados utilizados, uma vez que os nomes dos pacientes e os hospitais onde foram registrados os números não estão disponíveis para consulta. Os especialistas apontaram, ainda, uma falta de “revisão ética” na publicação.

“É por interesse na transparência [das informações] que solicitamos que a publicação The Lancet torne aberta a pesquisa aos comentários dos pares que fizeram a revisão desse estudo”, afirma o documento.





Por: Site Paraíba.com.br

A SECRETARIA DE SAÚDE do Município de Mari-PB publica o Boletim Epidemiológico nº 37, sobre o Coronavírus (COVID 19)

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria da Prefeitura de Mari/PB
A SECRETARIA DE SAÚDE do Município de Mari-PB publica o Boletim Epidemiológico nº 37, sobre o Coronavírus (COVID 19), com dados atualizados até às 16:00 H desta quarta-feira, ( 27 de maio).
De acordo com os dados do novo Boletim, a quantidade de pacientes curados da COVID 19 já totalizam 49 e ultrapassa o número de casos confirmados e ativos que encontram-se em isolamento domiciliar, e somam 40.

A maioria dos afetados continua sendo pacientes do sexo masculino, e o centro da cidade é a localidade que apresenta o maior número de casos.





Por: Assessoria Prefeitura de Mari/PB

Adolescente é decapitada pelo pai por ter fugido de casa com o namorado

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria do Site Paraíba.com.br
Foto: Reprodução/Twitter
Uma adolescente de 14 anos foi decapitada essa semana com uma foice pelo própria por ter fugido da província iraniana de Guilán, com o namorado, de 35 anos. Romina Ashrafi foi encontrada pelos policiais e levada de volta para a casa da família.

O pai dela não concordava com o casamento e depois de matá-la se entregou à polícia e alegou que havia praticado um “crime de honra”.

Quando foi localizada pela polícia, Romina teria dito que estava com medo da reação do pai e de ser morta.

Caso como esse é uma prática que persiste em vários setores da sociedade iraniana e é praticada por familiares que alegam que as vítimas danificaram o prestígio ou a honra da casa. A morte da menina teve grande repercussão nos meios de comunicação do país.





Por: Paraíba.com.br

Tabagismo no Brasil cai 37,6% nos últimos 14 anos, revela pesquisa

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria da Agência Brasil
Cheryl Holt/Pixabay
Ministério da Saúde apresentou hoje (29) o resultado da pesquisa por telefone sobre doenças crônicas e fatores de risco (Vigitel 2019), que mapeou a ocorrência de doenças crônicas no país. A mais comum foi a hipertensão arterial, presente em 24,5% dos entrevistados. Desde 2006, o índice vem se mantendo estável. Nas pessoas com 65 anos ou mais, este diagnóstico chegou a 59,3% das pessoas.

A obesidade atingiu o maior percentual em 14 anos, de 20,3%. Em 2006, ele era de 11,8%. A faixa com maior prevalência desta condição foi de entre 45 e 54 anos (24,5%).

Já o tabagismo caiu neste mesmo período. Esse fator de risco saiu de 14,1% em 2006 para 9,8% em 2019, uma queda de 37,6% no período. Na faixa dos 45 aos 54 anos, o percentual atingiu seu maior patamar: 52%.

A diabetes foi identificada em 7,4% dos ouvidos. Em 2006, o índice era 5,5%, um aumento de 35% no período. A prevalência foi maior nas pessoas com 65 anos ou mais (23%) e na população de menor escolaridade (0 a 8 anos de estudo) (14,8%).

Vigitel covid-19
A Vigitel sobre a covid-19, que entrevistou duas mil pessoas entre 25 de abril e 5 de maio. Destas, 87,1% relataram ter saído de casa pelo menos uma semana. O índice foi maior no Sul, Sudeste e Centro-Oeste (89,6%) do que no Norte e Nordeste (82,3%). No recorte por idade, a prática foi mais comum entre faixas etárias abaixo de 50 anos (89,5%) do que acima desta idade (82,6%).

Os motivos mais informados para a saída de casa foram comprar alimentos (75,3%), trabalhar (45%), procurar serviço de saúde ou farmácia (42,1%), estar cansado de ficar em casa (20,5%), prestar ajuda a familiar ou amigo (20,2%).

A pesquisa também perguntou aos entrevistados os principais incômodos das pessoas. Os relatados foram dificuldade de dormir ou dormir mais do que de costume (41,7%), falta de apetite ou comendo demais (38,7%), sentir-se para baixo ou deprimido (32,6%) e sentir-se cansado ou com pouca energia (30,7%).

Em relação aos cuidados, as mulheres informaram higienizar mais as mãos frequentemente (88,6%) do que os homens (80,2%).





Por: Agência Brasil

Prefeitura de Riachão do Poço/PB através da Secretaria de Saúde divulga boletim epidemiológico sobre a Covid-19. Veja detalhes

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria do Portal Continental
A Prefeitura de Riachão do Poço/PB, através da Secretaria de Saúde, divulgou no último dia 29 o boletim epidemiológico sobre a situação do Coronavírus  (Covid-19)  em seu município.

Segundo os dados levantados pela Secretaria de saúde, existem 07 casos confirmados e infelizmente uma morte por causa da doença.

Veja boletim abaixo:
37 em monitoramento
17 descartados
11 suspeitos
07 casos confirmados
01 óbito

A gestão da prefeita Maria Auxiliadora (Cilinha), através da equipe de saúde tem prestado os serviços necessários contra a pandemia.





Portal Continental

Senado autoriza universidades a fabricar equipamentos contra Covid-19

Sábado, 30 de maio de 2020
Texto, aprovado por unanimidade, segue para a Câmara dos Deputados
Veneziano Vital do Rêgo é o autor da proposta (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
O Senado aprovou nesta quinta-feira (28), em sessão deliberativa remota, a participação de universidades públicas na produção de equipamentos e materiais de combate à Covid-19, como respiradores, máscaras e álcool gel. A intenção é contribuir para o emprego mais eficiente dos recursos públicos no combate à pandemia. O texto, aprovado por unanimidade, segue para a Câmara dos Deputados.

O Projeto de Lei (PL) 1.545/2020, do senador paraibano Veneziano Vital do Rêgo (PSB), acrescenta dispositivo à lei que trata das medidas empregadas na atual emergência de saúde pública provocada pela expansão mundial do coronavírus. Com isso, instituições como universidades e institutos federais ficam autorizadas a usar parte de seu orçamento, instalações e mão de obra para a confecção desses equipamentos.

“É muito importante o reconhecimento às instituições acadêmicas de ensino superior, que poderiam já estar produzindo respiradores, ventiladores, outros demais insumos a preços bem baixos em comparação aos preços que estamos a enxergar no mercado”, disse o senador ao pedir a aprovação do projeto.

Para o senador, todos os recursos disponíveis devem ser usados da melhor maneira para o enfrentamento do problema. Ele citou como exemplo a produção de álcool 70% pelo Instituto de Pesquisa em Fármacos e Medicamentos (Ipefarm) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A instituição depende da doação de insumos porque é impedida de utilizar recursos próprios para adquiri-los.

O relator, senador Cid Gomes (PDT-CE), também lembrou que as instituições de ensino já vêm auxiliando no enfrentamento da emergência de saúde pública. Ele citou como exemplo testes feitos pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e pela Universidade de São Paulo (ICB-USP); o protótipo de ventilador pulmonar feito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e as peças para respiradores e equipamentos de UTI feitos pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), entre outros.

“Sem dúvidas, as universidades públicas detêm capacidade técnica e operacional para a produção, com custo extremamente menor que o do mercado, de equipamentos necessários ao enfrentamento do novo coronavírus. Entendemos, assim, que as iniciativas acima descritas devem ser incentivadas”, disse o relator.

Mudanças
Cid Gomes acolheu duas emendas propostas por parlamentares. A emenda 8, do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), estabelece que a doação de materiais e equipamentos seja feita preferencialmente a famílias de baixa renda e a instituições públicas e filantrópicas. Na justificativa da emenda, Contarato afirmou que assim a iniciativa cumprirá um papel social ainda maior.

Gomes também acolheu parcialmente a emenda 3, do senador Jaques Wagner (PT-BA). A mudança incluiu as instituições de pesquisa entre as autorizadas pelo projeto e autorizou a produção de produtos, além dos equipamentos e materiais que já estavam no texto. Além disso acrescentou a possibilidade de utilização das tecnologias das instituições de ensino na produção. Também estabeleceu que, se for necessário comprar insumos adicionais, isso deve ser feito com o orçamento discricionário (livre de restrições) da própria instituição de ensino.





Por: Agência Brasil

José Maranhão destina R$ 30 mi para hospitais e Municípios na PB

Sábado, 30 de maio de 2020
Este texto do Sistema Correio é do correspondente Edinho Magalhães que está em Brasília
José Maranhão (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
O senador José Maranhão contemplou com R$ 30 milhões Municípios com demandas urgentes e hospitais filantrópicos que dependem de verbas públicas para atender à população na pandemia de coronavírus.

Além dos Municípios, os hospitais que receberão os recursos liberados nesta semana pelo Executivo Federal são: Hospital Napoleão Laureano, Hospital Padre Zé, Hospital São Vicente de Paula, em João Pessoa; Hospital da Fap, em Campina Grande; e Hospital Flávio Ribeiro Coutinho, em Santa Rita.

“Apesar de ainda insuficientes frente à gravidade da situação na Paraíba, esses recursos chegam como importante auxílio em momento tão crítico na saúde e economia. Como senador, venho insistindo na necessidade de o Governo Federal não poupar esforços nem recursos para garantir o atendimento de saúde aos infectados pelo coronavírus, e à população em geral no seu sustento básico”, afirma o senador José Maranhão.

No início de maio, o Senado Federal e a Câmara dos Deputados aprovaram, em sessão deliberativa remota, o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus para ajuda financeira de até R$ 125 bilhões a estados, Distrito Federal e municípios em todo o Brasil. O objetivo principal é ajudar os entes federativos no combate à pandemia da Covid-19 com a compra de medicamentos, equipamentos e contratação de profissionais da área de saúde. O valor inclui repasses diretos e suspensão de dívidas.





Por: Texto de Edinho Magalhães, correspondente do Sistema Correio em Brasília.

Brasil supera Espanha e se torna o 5º país com mais mortes por coronavírus

Sábado, 30 de maio de 2020
Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).
Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166. (Foto: Reprodução)
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Brasil registrou 1.124 novas mortes por coronavírus em 24 horas e, com um total de 27.878 óbitos desde o início da pandemia, agora é o quinto país com mais mortes ao superar a Espanha.

O país europeu anotou um total de 27.121 mortes. O país foi um dos mais afetados pela crise da Covid-19. O governo decretou um confinamento estrito durante mais de dois meses, que, com a desaceleração de casos e óbitos, começou a ser suavizado há duas semanas.

Os outros quatro países com mais mortes são EUA (102 mil), Reino Unido (38,2 mil), Itália (33,2 mil) e França (28,7 mil).

Também foram registrados 26.928 novos casos no Brasil em um dia, um recorde, segundo dados do Ministério da Saúde. O total é de 465.166.

Em número de casos, o Brasil é o segundo país mais afetado, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA). Em números absolutos, fica atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 1,7 milhão de casos.

O Ministério da Saúde, no entanto, admite que o número real de casos no Brasil tende a ser maior, já que ainda há testes represados em alguns locais e possibilidade de subnotificação.





Por: Folhapress

Secretária de Saúde de Caldas Brandão lamenta primeira morte por Covid-19 e se solidariza com a família enlutada

Sábado, 30 de maio de 2020
Matéria do Portal O Farol
A Secretaria de Saúde de Caldas Brandão (PB), através de sua secretária, Sabrina Rolim, emitiu nota de pesar pelo falecimento de uma pessoa acometida pelo Coronavírus (COVID-19). A morte ocorreu nesta sexta-feira (29).

Na nota a secretária de saúde lamenta o fato. “Lamentamos profundamente e nos solidarizamos pela família e amigos, neste momento difícil e delicado”.

Tem havido um empenho grandioso da secretária Sabrina Rolim e sua equipe no combate ao vírus, com ações constantes em favor da saúde do povo de Caldas Brandão.





Por: Portal O Farol

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Projeto de Felipe Leitão obriga Estado e municípios a divulgarem dados da Covid-19 em tempo real


Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Matéria da WSCOM
O deputado estadual Felipe Leitão (Avante) deu entrada, por seu gabinete virtual, no Projeto de Lei que dispõe sobre o compartilhamento e a divulgação, em tempo real, pelo Estado da Paraíba e os municípios paraibanos, com a Assembleia Legislativa da Paraíba, Ministério Público da Paraíba e Defensoria Pública da Paraíba sobre a Covid-19. O dispositivo tem como pontos centrais a coleta de informações sobre o número total de leitos clínicos e de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), proporção atual da ocupação atingida e número de respiradores, inclusive os já em uso.

O projeto busca traçar um quadro fidedigno de como a rede pública hospitalar está enfrentando a pandemia causada pelo novo coronavírus. O mecanismo apresentado por Leitão ainda determina que, atingido a ocupação de 80% do número global de leitos de UTI, independente da destinação específica dos mesmos, cabe aos prefeitos emitirem alerta para a população local, a fim de obter a maior cooperação nas medidas adotadas para a contenção da pandemia.

Na peça, protocolizada na última segunda-feira (24), e que será apreciada na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Casa na próxima terça-feira, caso não surja óbice, seguirá para votação em plenário e, caso seja aprovado, encaminhada para sanção ou promulgação por parte do governador João Azevêdo (Cidadania). “Eu entendo a sensibilidade e preocupação dos ilustres deputados com a problemática. Acredito que não haverá objeções para a aprovação do projeto na CCJ e em Plenário, assim como no poder Executivo”, analisou Leitão.

O parlamentar ressaltou o caráter constitucional da medida, que se vale do art.37, da Carta Magna, que “consagrou que todos os atos administrativos sejam levados ao povo com base no princípio da publicidade. Ainda o referido princípio, a fim de assegurar a impessoalidade e a moralidade (princípios administrativos)”.

O diz o projeto nos seus dispositivos:
Art. 1º Fica obrigado o chefe do Poder Executivo estadual e aos prefeitos municipais informar, em tempo real, a Assembleia Legislativa, o Ministério Público Estadual e a Defensoria Pública Estadual, acerca do número total de leitos clínicos e de UTI existentes nos limites territoriais dos respectivos entes políticos e a proporção da ocupação atingida, e divulgar o mapa dos leitos

§ 1º Para fins do disposto no caput, é obrigatória a individualização das informações, atendendo os seguintes critérios: I – Leitos clínicos: número total destinado exclusivamente ao atendimento de pacientes da Covid-19 e o número total para o atendimento de pacientes com outras enfermidades; II – Leitos de UTI: número total destinado exclusivamente ao atendimento de pacientes da Covid-19 e o número total para o atendimento de pacientes com outras enfermidades; III – Número de leitos ocupados e a proporção correspondente: apontados em separado para cada um dos quatro números totais de leitos informados na forma dos incisos antecedentes; IV – Respiradores: número total existente no território do ente político, número de aparelhos ainda disponíveis e sinalização de sua presença/ausência no mapa dos leitos disponíveis.

§ 2º As informações constantes do parágrafo anterior se aplicam apenas ao Sistema Único de Saúde – SUS –, ressalvadas as hipóteses em que o Poder Público alugar, requisitar, ou, por qualquer outra forma, utilizar os leitos da rede privada para a expansão do atendimento público.

§ 3º A informação deverá ser prestada em um único sítio eletrônico, com acesso franqueado a todos os prefeitos, ao Governador, e seus respectivos secretários de saúde, aos Deputados Estaduais, Promotores de Justiça e Defensores Públicos estaduais, que poderão visualizar, integralmente, todos os dados ali informados, em tempo real.

§ 4º A cada nova inserção de dados, a autoridade que fizer as modificações deverá sinalizar o horário da alteração, a fim de que os demais gestores possam utilizar a informação de forma ativa na gestão compartilhada de leitos, em mútua cooperação, de forma a suprir as dificuldades regionais.

Art. 2º Atingida a ocupação de 80% do número global de leitos de UTI, independente da destinação específica dos mesmos, cabe aos prefeitos emitir alerta para a população local, a fim de obter a maior cooperação nas medidas adotadas para a contenção da pandemia.

Art. 3º Faculta-se aos prefeitos a divulgação, em sítio eletrônico oficial do Município, ou rede social correspondente, das informações atualizadas relativas à taxa de ocupação dos leitos, a fim de obter a maior adesão da população quanto às medidas emergenciais que se fizerem necessárias à contenção da pandemia.

Art. 4º As informações sobre a ocupação de leitos, de que trata esta lei, deverão ser disponibilizados de forma sistematizada para acesso a toda população.





Por: WSCOM

Município de Marí lança 2ª Edição do Programa Empreender Marí objetivando o Empreendedorismo Local

Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Matéria da Assessoria de Mari/PB


Tendo em vista o momento de excepcionalidade, a prefeitura Municipal de Marí – PB, através da secretaria do Desenvolvimento Econômico e Agrário e Casa do Empreendedor Marí, lança a 2° Edição do Programa Empreender Marí,  disponibilizando microcrédito para ser empregado no Capital de giro das pequenas empresas locais.
De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário, Severino Ramo, “o financiamento creditício orientado pelo fortalecimento de negócios produtivos, formais ou informais, de pessoas físicas ou jurídicas, através de capital de giro e investimentos de custeio para o desenvolvimento de produtos, serviços ou negócios. Nessa linha, visa-se dar oportunidades às pessoas que não possuem acesso ao crédito por meios convencionais, para consolidar e expandir negócios no Município, em outros Estados ou Países”, destacou.
Já o Coordenador do Empreender Mari frisou que, “o programa visa manter a economia local aquecida, fomentando os micro e pequenos empreendedores, neste momento excepcional que passamos. Desta forma, o governo municipal, através do prefeito Antonio Gomes, sensível as dificuldades vividas pelos comerciantes busca alternativas para aliviar o sofrimento dos trabalhadores, e por isso disponibilizamos a inscrições on-line, através do site da Secretaria do desenvolvimento econômico e agrário, justamente para evitar aglomerações e facilitar o acesso de todos”,  disse o coordenador da Casa do Empreendedor, Neto Lima.

INSCRIÇÕES E LINHA DE CRÉDITO
As inscrições podem ser feitas no site: https://www.maridesenvolvimentoagrario.com
Data: de 24/05 à 29/05.

A linha de crédito tem limite de 1000 reais, com taxa de juros de 0.5%, com carência de 6 meses.





Por: Assessoria Prefeitura de Mari/PB

Gracyanne Barbosa volta a surpreender com elasticidade

Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Musa fitness mostrou momento de malhação em casa com look fitness
Gracyanne Barbosa (Foto: Reprodução/Instagram)
Gracyanne Barbosa participou de mais uma aula de pole dance em sua casa, onde está isolada em meio à pandemia do novo coronavírus, nesta quinta-feira (28), e voltou a surpreender com toda sua elasticidade.

De microshort de estampa de oncinha, top nude e botas, Gracy deixou à mostra seu corpão sarado e bronzeado, exibindo inclusive as marquinhas do biquíni.





Por Léo Gregório – Quem Acontece

A SECRETARIA DE SAÚDE do Município de Mari-PB publica o Boletim Epidemiológico nº 36, sobre o Coronavírus (COVID 19)


Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Matéria da Assessoria de Mari/PB
A SECRETARIA DE SAÚDE do Município de Mari-PB publica o Boletim Epidemiológico nº 36,  sobre o Coronavírus (COVID 19), com dados atualizados até às 16:00 H desta Terça-feira, ( 26 de maio).
De acordo com os dados, o número de pacientes curados da COVID 19 já totalizam 40 e a quantidades de pessoas que contraíram o vírus somam 41. O número de óbitos confirmados no Município aumentou para 4.

A maioria dos afetados continua sendo pacientes do sexo masculino, e o centro da cidade é a localidade que apresenta o maior número de casos.





Por: Assessoria Prefeitura de Mari/PB

Sancionada com vetos lei sobre ajuda financeira a Estados e Municípios

Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Salários dos servidores ficarão sem reajuste até o fim de 2021
Verba será liberada em quatro parcelas mensais e iguais (Foto: Imagem ilustrativa | Marcos Santos/USP Imagens
A lei que trata da ajuda financeira a Estados e Municípios foi sancionada com vetos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. A Lei Complementar nº 173, de 27 de dezembro de 2020, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28). A Paraíba terá R$ 448 milhões.

O presidente vetou o trecho da lei que tratava dos salários de servidores. Com o veto, os servidores ficarão sem reajuste salarial até o fim de 2021.

De acordo com o texto, a União entregará, na forma de auxílio financeiro, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, em quatro parcelas mensais e iguais, no exercício de 2020, o valor de R$ 60 bilhões para serem aplicados, em ações de enfrentamento ao novo coronavírus.





Por: Portal Correio

A SECRETARIA DE SAÚDE do Município de Mari-PB publica o Boletim Epidemiológico de nº 35, sobre o Coronavírus (COVID 19)

Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Matéria da Assessoria de Mari/PB
A SECRETARIA  DE SAÚDE do Município de Mari-PB  publica o Boletim Epidemiológico de nº 35, sobre o Coronavírus (COVID 19) , com dados atualizados até às 16:00 H desta segunda-feira, ( 25 de maio).
De acordo com os dados, o número de  pacientes curados (36) do COVID 19 já é quase a mesma quantidade dos casos positivos/ativos que estão em isolamento familiar, e somam 37. O número de óbitos em investigação subiu para 3, e outros 3 óbitos já foram confirmados no Município.

A maioria dos afetados continuam sendo  pacientes do sexo masculino e o centro da cidade continua sendo a localidade que apresenta o maior número de casos.





Por: Assessoria Prefeitura de Mari

Emoção: bebê com pouco mais de um mês de vida vence a covid-19 enquanto se recuperava de cirurgia em hospital de João Pessoa


Sexta-feira, 29 de maio de 2020
Ao nascer, a criança precisou fazer uma cirurgia na coluna e, ainda se recuperando, contraiu a covid-19, assim como a mãe.
Uma mulher de 29 anos e uma bebê de pouco mais de um mês venceram a covid-19 em João Pessoa. A pequena Maria Vitória contraiu a doença enquanto se recuperava de uma cirurgia de coluna, realizada logo após o seu nascimento, conforme apurado pelo ClickPB. A mãe, Gilnária Ferreira Freitas Sousa, também estava doente, embora assintomática.

Gilnária foi um dos primeiros casos confirmados da doença no município de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, no entanto, ela contraiu o vírus em João Pessoa, aonde veio para ter o bebê, pois tinha uma gravidez de risco.

Ao nascer, a criança precisou fazer uma cirurgia na coluna e elas ficaram internadas na Maternidade Cândida Vargas. Depois da cirurgia, ainda se recuperando, as duas contraíram a covid-19 e precisaram ser transferidas para a Maternidade Frei Damião, referência para casos da doença em gestantes e puérperas.





Por: ClickPB

POLICIAL

GALERIAS DE FOTOS

ENTRETENIMENTO

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T