ULTIMAS NOTICIAS

POLITICA

ESPORTES

Mais Noticias

sábado, 24 de outubro de 2020

Nota de falecimento: morre 'José Abdon', cunhado do vice-prefeito de Caldas Brandão/PB

Sábado, 24 de outubro de 2020

Ele possuiu uma das 'casas de farinha' mais conhecida da região

Imagem: reprodução internet

Faleceu o ex-empresário no ramo de 'casa de farinha' José Vieira do Nascimento, mas conhecido por 'José Abdon'.

Ele tinha 79 anos e era irmão de dona Elza que é esposa de 'Zé Duca', vice-prefeito de Caldas Brandão/PB.

O corpo de seu 'José Abdon' está sendo velado na rua Manoel Dantas, centro aqui de Caldas Brandão, na residência do irmão Ronaldo que é seu sobrinho.

O sepultamento acontece hoje (24/10/2020), às 16:30hs no cemitério local da cidade.

Os familiares convidam a todos para participarem do velório e sepultamento prestando o último adeus a seu 'José Abdon'.

O Portal Continental presta condolências a todos os parentes neste momento tão difícil.



Portal Continental

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Preso suspeito de assassinar o lutador Tássio Felipe dos Anjos

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Suspeito foi preso por equipes do Núcleo de Repressão a Homicídios da 5ª Delegacia Seccional de Santa Rita

Tássio dos Anjos (Foto: Divulgação/CBW)

Após seis dias de investigações, a Polícia Civil prendeu, na tarde desta sexta-feira (23), o homem suspeito de ser o autor da morte do estudante universitário Tássio Felipe dos Anjos, de 33 anos.  A vítima era estudante do curso de Direito e lutador de artes marciais. Ele foi assassinado no último sábado (17), no município de Lucena, na Região Metropolitana de João Pessoa, com uma facada no peito, que atingiu o coração, durante uma briga de trânsito.

Segundo a polícia, o suspeito de praticar o crime possui 31 anos de idade e foi preso por equipes do Núcleo de Repressão a Homicídios da 5ª Delegacia Seccional de Santa Rita. O local da prisão não foi divulgado. Segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, a Justiça atendeu pedido da polícia e decretou um mandado de prisão contra o suspeito, após as investigações apontarem indícios da participação dele no delito.

“Contra esse indivíduo pesava mandado de prisão temporária, acusado de ser o autor do homicídio. Durante o interrogatório prestado a mim, ele confessou a prática delitiva, mas alegou que agiu em legítima defesa”, afirmou o delegado.

Relembre o caso: Segundo apuração da TV Correio, o lutador estava com a irmã e um amigo em um carro. Ao abrir a porta para descer do veículo, ele quase atingiu um mototaxista, que ficou irritado. Os dois discutiram e entraram em luta corporal. Tássio conseguiu imobilizar o mototaxista e pessoas que passavam pelo local apartaram os dois. Nesse momento, o suspeito sacou a faca e atingiu o lutador. Tássio chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.



Por: Portal Correio

Tite convoca seleção para Eliminatórias da Copa do Mundo, em novembro

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Matéria do Site Agência Brasil

Foto: reprodução/twitter

O técnico da seleção brasileira Tite divulgou nesta sexta-feira (23) a lista de convocados para os dois próximos jogos pelas Eliminatórias para Copa do Mundo do Catar 2022. O Brasil enfrenta a  Venezuela, no Morumbi, e o  Uruguai, no estádio Centenário, na capital Montevidéu, nos dias 14 e 17 de novembro, respectivamente. Entre os relacionados, os destaques foram os retornos de Vinicius Junior (Real Madrid), Arthur (Juventus) e Éder Militão (Real Madrid), que ficaram de fora dos primeiros confrontos, com a Bolívia e Peru.

Além do trio, o atacante Gabriel Jesus (Manchester City) que estava lesionado voltou a ser chamado. O jogador do Manchester chegou a constar na última convocação, entretanto foi sacado da lista após sofrer lesão. Após o corte de Jesus, o treinador brasileiro optou por Matheus Cunha (Hertha Berlim).

Em relação aos jogadores que atuam nos Brasil, apenas quatro foram lembrados por Tite: o zagueiro Rodrigo Caio e o meio-campista Everton Ribeiro, ambos o Flamengo e o goleiro Weverton e o lateral-direito Gabriel Menino.

A seleção venceu a Bolívia e Peru nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias, e ocupa o primeiro lugar na tabela de classificação.

Confira abaixo a lista completa de convocados:

Goleiros

Alisson – Liverpool (ING)

Ederson – Manchester City (ING)

Weverton – Palmeiras

Laterais

Alex Telles – Manchester United (ING)

Danilo – Juventus (ITA)

Gabriel Menino – Palmeiras

Renan Lodi – Atlético de Madrid (ESP)

Zagueiros

Éder Militão – Real Madrid (ESP)

Marquinhos – Paris Saint-Germain (FRA)

Rodrigo Caio – Flamengo

Thiago Silva – Chelsea (ING)

Meio-campistas

Arthur – Juventus (ITA)

Casemiro – Real Madrid (ESP)

Douglas Luiz – Aston Villa (ING)

Everton Ribeiro – Flamengo

Fabinho – Liverpool (ING)

Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)

Atacantes

Everton – Benfica (POR)

Gabriel Jesus – Manchester City (ING)

Neymar – Paris Saint-Germain (FRA)

Richarlison – Everton (ING)

Roberto Firmino – Liverpool (ING)

Vinicius Jr – Real Madrid (ESP)



Por: Agência Brasil

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Aos 62 anos, Zilu Camargo posa com roupa de ioga e mostra pernões e bumbum em forma 'Que mulherão'

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Empresária arrasou com calça coladinha e top; veja

Zilu Camargo posa com roupa de ioga e mostra pernões e bumbum em forma - Reprodução/Instagram/Intellimidia. Zilu Camargo surpreendeu seguidores nesta terça-feira (20).

A empresária resolveu mostrar um momento de sua rotina de exercícios. Ela gravou um vídeo para seu canal no YouTube enquanto fazia ioga. De calça legging coladinha e top, Zilu mostrou o corpão aos 62 anos.

"Partiu fazer ioga comigo?", escreveu ela na legenda, chamando fãs para o canal Coisas de Zilu.

Um seguidor ficou impressionado: "Caraca, que mulherão". Outra elogiou: "Tá botando pra quebrar". Uma terceira também aprovou: "Tá muito bem, é isso aí não pode deixar a peteca cair". Teve quem focasse o elogio: "Eita mulher de pernas lindas!".

NAMORANDO: Zilu Camargo tem motivos de sobra para festejar.

A empresária apareceu em um clique ao lado do amado, Antonio Casagrande, festejando os seis meses de namoro. Abraçadinhos ao lado de uma escultura com a palavra "Love", amor, em inglês, o casal mostrou toda a felicidade. O clique é do sábado (17).

Foto: Instagram



Por: Contigo

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Sistema FGTS Digital será uma plataforma que vai centralizar a arrecadação, apuração, lançamento e cobrança

Nova possibilidade poderá ser usada em 2021 (Foto: Imagem ilustrativa/Marcos Santos/USP Imagens/Fotos Públicas)

O Banco Central (BC) anunciou nesta quinta-feira (22) que o Pix, novo sistema de pagamento instantâneo, poderá ser usado para o recolhimento de contribuições ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Na abertura da 11ª reunião plenária do Fórum Pix, transmitida nesta quinta-feira pela internet, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello, informou que foi feito um acordo de cooperação técnica com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho para permitir o recolhimento do FGTS. “Esse acordo com a secretaria tem como objetivo viabilizar o Pix como uma opção para o recolhimento de contribuições ao FGTS e da contribuição social a partir do lançamento do FGTS Digital, previsto para janeiro de 2021”, disse o diretor.

O sistema FGTS Digital será uma plataforma que vai centralizar a arrecadação, apuração, lançamento e cobrança. Segundo o Ministério da Economia, a expectativa é que a nova plataforma permita o acompanhamento virtual das contribuições pelas empresas, por meio do sistema digital de informações trabalhistas e previdenciárias em desenvolvimento pelo governo federal.

Segundo o diretor, essa possibilidade traz competição ao sistema financeiro, ao permitir que qualquer instituição participante do Pix possa efetivar o pagamento do FGTS ou da contribuição social, sem a necessidade de estabelecimento de convênios bilaterais.

De acordo com o chefe da Divisão de Fiscalização do FGTS da Subsecretaria da Inspeção do Trabalho, Audifax Franca Filho, o pagamento pelo Pix vai reduzir os custos para as empresas, que em 2019, emitiram 70 milhões de guias de recolhimento. “É certo, oportuno e um dos alvos do nosso projeto de impacto na redução de custo. Os custos estariam diretamente associados, em princípio, às tarifas de arrecadação”, disse.



Por: Agência Brasil

Estado divulga guia de segurança sanitária para Dia de Finados

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Documento traz recomendações sobre práticas adequadas ao enfrentamento da disseminação do novo coronavírus

Cemitério Senhor da Boa Sentença, em João Pessoa (Foto: Reprodução/Google Street View)

Dentre os protocolos sanitários do ‘Plano Novo Normal PB’, o Governo do Estado emitiu um guia que reúne orientações sobre as medidas de segurança necessárias para o Dia de Finados, celebrado no próximo dia 2 de novembro. O das, causador da Covid-19.

Trabalhadores/visitantes: Para trabalhadores e visitantes dos cemitérios, o guia aconselha primeiramente que se mantenha a distância social mínima de 1,5 metro. Pessoas com febre, tosse, congestão nasal, coriza, dor de garganta, fadiga, cansaço, diarreia e dificuldade de respirar devem evitar ir para os cemitérios ou celebrações religiosas. A progressão dos sintomas indica que se deve procurar com urgência um atendimento médico.

O material incentiva que evitem a ida aos cemitérios e às celebrações religiosas pessoas dos grupos de risco (idade igual ou superior a 60 anos; cardiopatias graves ou descompensados; insuficiência cardíaca; cardiopatia isquêmica; pneumopatias graves ou descompensados; asma moderada/grave; DPOC; doenças renais crônicas em estágio avançado – graus 3, 4 e 5; diabetes mellitus, conforme juízo clínico; doenças cromossômicas com estado de fragilidade imunológica; gestação e puerpério; pessoas com deficiências cognitivas físicas; estados de imunocomprometimento, devido ao uso de medicamentos ou doenças, incluindo os portadores de HIV/AIDS e neoplasias; doenças neurológicas; de acordo com o Ministério da Saúde).

Visitantes: Ainda para os visitantes, o guia recomenda que levem garrafas com água e sabão ou álcool em gel para limpar as mãos ao entrar e sair do ônibus/transporte e no cemitério. É importante lembrar que ao tocar em superfícies as mãos podem ser contaminadas. É recomendável a permanência no local por curto período.

Gestões municipais: O Estado aconselha às prefeituras que realizem acompanhamento contínuo da vigilância sanitária municipal, secretaria de infraestrutura, limpeza urbana e guarda municipal para monitoramento e cumprimento das medidas recomendadas.

Devem também fazer credenciamento prévio, controle sanitário dos ambulantes e dar orientações específi­cas de prevenção à Covid-19, demarcando pontos para os vendedores considerando o distanciamento mínimo de 1,5 metro.

Igrejas: Às igrejas a orientação é para que não realizem celebrações ou encontros nas capelas dos cemitérios. Devem aumentar a quantidade de celebrações nas paróquias, salvaguardando todas as recomendações sanitárias já divulgadas.

Cemitérios e criptas: O documento divulga ainda recomendações para a administração dos cemitérios e criptas, como proibir acesso de funcionários, visitantes e ambulantes sem o uso de máscara, sendo obrigatório o uso permanente dela no cemitério, seguindo as orientações gerais para máscaras faciais de uso não profissional da Anvisa.

Precisam disponibilizar estação para higienização das mãos com água, detergente e papel toalha para funcionários, visitantes e ambulantes.

Recomenda-se aos cemitérios se estruturarem para abertura prévia em comemoração do Dia de Finados, anterior e posterior à data 2 de novembro, para evitar aglomeração.



Por: Portal Correio

Preço do gás de cozinha aumenta 5% a partir desta sexta-feira (23), na Paraíba

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Agora os paraibanos vão precisar pagar entre R$ 80 e R$ 85, dependendo do local da compra e da forma de pagamento.

Gás de cozinha vai sofrer novo aumento — Foto: Aurélio de Freitas/ TV Gazeta

A partir desta sexta-feira (23) o preço do gás de cozinha vai aumentar 5% na Paraíba, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado da Paraíba (Sinregás). A Petrobrás anunciou o aumento na terça-feira (20).

De acordo com o sindicado, se antes o gás era encontrado entre R$ 75 e R$ 80, agora os paraibanos vão precisar pagar entre R$ 80 e R$ 85, dependendo do local da compra e da forma de pagamento.

Esse é o oitavo aumento em 2020 e, conforme o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado da Paraíba, a previsão é ter mais dois ou três aumentos até o fim do ano.



Por: G1 PB

Projeto de lei determina que cobrança de consignados por pessoas físicas seja interrompida durante estado de calamidade

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

De acordo com a PL 1.160/20 do deputado licenciado Darci de Matos e tramita na Câmara dos Deputados, a suspensão valerá do início da vigência do estado de calamidade até 90 dias após seu fim.

Um projeto lei determina que a cobrança das parcelas dos empréstimos consignados por pessoas físicas seja interrompida durante estado de calamidade​. (Foto: Reprodução)

Um projeto lei determina que a cobrança das parcelas dos empréstimos consignados por pessoas físicas seja interrompida durante estado de calamidade. De acordo com a PL 1.160/20 do deputado licenciado Darci de Matos e tramita na Câmara dos Deputados, a suspensão valerá do início da vigência do estado de calamidade até 90 dias após seu fim.

O texto acrescenta um artigo à Lei do Crédito Consignado. O parlamentar apresentou a proposta motivado pela pandemia de Covid-19.

O ClickPB apurou que o projeto determina ainda a renegociação dos empréstimos com alongamento de prazo e adequação dos juros. Não haverá cobrança de taxas ou encargos, nem a inscrição dos devedores em cadastro de inadimplentes.

No caso dos idosos que recebem aposentadoria paga com recursos públicos, é prevista uma limitação dos juros a 110% da taxa Selic.

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Por: Isabela Melo com informações da Agência Câmara

PEC que altera regras na aposentadoria e pensão por morte de servidores é aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba

Quinta-feira, 22 de setembro de 2020

Com a aprovação, os servidores estaduais permanecerão mais tempo trabalhando “com proventos proporcionais ao tempo de contribuição”​, diz parte do documento.

O texto foi encaminhado pelo Governo do Estado e recebeu parecer favorável à aprovação pela Comissão Especial. (Foto: reprodução)

O texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 26/2020), que trata da pensão por morte no âmbito da Reforma da Previdência Social e da aposentadoria dos servidores, em que o Governo do Estado fixa a idade compulsória em 75 anos de idade, foi aprovado pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) por unanimidade nesta quinta-feira (22), em dois turnos.

Com a aprovação, os servidores estaduais permanecerão mais tempo trabalhando “com proventos proporcionais ao tempo de contribuição”, diz parte do documento.

O texto foi encaminhado pelo Governo do Estado e recebeu parecer favorável à aprovação pela Comissão Especial.

No texto encaminhado para a ALPB, o governador João Azevêdo ressalta ainda que a proposta visa garantir tratamento mais humanitário e isonômico aos beneficiários dos segurados, gerando mais proteção social, já que a matéria relativa à pensão por morte modifica os requisitos legais de acesso ao citado benefício e criando regras e lapsos temporais para a concessão quanto à natureza da pensão, ou seja, temporária e vitalícia, e que obteve do Governo um cuidado especial diante do quadro de dificuldades em que se passa o país.

Durante análise da Comissão Especial, formada pelos deputados Anderson Monteiro, Júnior Araújo, Taciano Diniz, Wilson Filho e Ricardo Barbosa, o relatório também recebeu parecer favorável à aprovação de forma unânime.



Por: Emmanuela Leite - ClickPB

terça-feira, 20 de outubro de 2020

STF confirma não ser obrigatório portar título de eleitor para votar

Terça-feira, 17 de outubro de 2020

Matéria do Site Agência Brasil

(Foto:Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, por unanimidade, que o eleitor não pode ser impedido de votar caso não tenha em mãos o título de eleitor, sendo obrigatória somente a apresentação de documento oficial com foto.

Com a decisão, os ministros do Supremo tornaram definitiva uma decisão liminar concedida pelo plenário às vésperas da eleição geral de 2010, a pedido do PT. O julgamento de mérito foi encerrado ontem (19) à noite no plenário virtual, ambiente digital em que os ministros têm um prazo, em geral, de uma semana, para votar por escrito.

Em uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI), o PT havia questionado a validade de dispositivos da minirreforma eleitoral de 2009 (Lei 12.034), que introduziu na Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) a exigência de apresentação do título de eleitor como condição para votar.

Os ministros entenderam, agora de modo definitivo, que exigir que o eleitor carregue o título de eleitor como condição para votar não tem efeito prático para evitar fraudes, uma vez que o documento não tem foto, e constitui “óbice desnecessário ao exercício do voto pelo eleitor, direito fundamental estruturante da democracia”, conforme escreveu em seu voto a relatora ministra Rosa Weber.

A ministra acrescentou que a utilização da identificação por biometria, que vem sendo implementada nos últimos anos pela Justiça Eleitoral, reduziu o risco de fraudes, embora a identificação por documento com foto ainda seja necessária como segundo recurso.

Ela destacou também que, desde 2018, o eleitor tem também a opção de atrelar uma foto a seu registro eleitoral no aplicativo e-Título, e utilizar a ferramenta para identificar-se na hora de votar, o que esvaziou ainda mais a utilidade de se exigir o título de eleitor em papel.

“O enfoque deve ser direcionado, portanto, ao eleitor como protagonista do processo eleitoral e verdadeiro detentor do poder democrático, de modo que a ele não devem, em princípio, ser impostas limitações senão aquelas estritamente necessárias a assegurar a autenticidade do voto”, escreveu Rosa Weber, que foi acompanhada integralmente pelos demais ministros.



Por: Agência Brasil

João Azevêdo anuncia que convocação de 590 aprovados no concurso da Educação deve sair em novembro

Terça-feira, 17 de outubro de 2020

Os nomes a serem convocados em edital são do concurso de 2019 da Educação da Paraíba, para suprir a não realização de certame em 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus.

"No início do mês de novembro nós estaremos publicando o edital de convocação para 590 professores, que serão chamados a assinar seus contratos a partir de janeiro do próximo ano", declarou João Azevêdo. (Foto: Walla Santos/ClickPB/Arquivo)

O governador João Azevêdo anunciou na noite dessa segunda-feira (19), em entrevista ao Frente a Frente, da TV Arapuan, que o Estado vai convocar em novembro mais 590 professores. Os nomes a serem convocados em edital são do concurso de 2019 da Educação da Paraíba, para suprir a não realização de certame em 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus, segundo apurou o ClickPB.

"No início do mês de novembro nós estaremos publicando o edital de convocação para 590 professores, que serão chamados a assinar seus contratos a partir de janeiro do próximo ano. Para compor o quadro de professores do Estado dentro daquilo que nós havíamos nos comprometido de que a cada ano faríamos para 1.000 novos professores", explicou o governador.

João Azevêdo comentou sobre a pandemia ter impedido a realização de novo concurso e que a validade do último certame foi prorrogada até o próximo mês de dezembro. "Esse ano a pandemia não deixou que o Estado realizasse esse concurso e nós vamos aproveitar o concurso de 2019, prorrogamos sua validade até dezembro deste ano, e agora em novembro, após o estudo que a Secretaria de Educação fez, nós vamos chamar 590 professores desse concurso."



Por: Lucas Isídio

Paraíba tem segunda alta consecutiva e registra crescimento de 16,74% em arrecadação de impostos em setembro

Terça-feira, 17 de outubro de 2020

É a segunda alta consecutiva da arrecadação da receita própria do Estado, após uma queda no período de abril a julho. Ela foi puxada mais uma vez em setembro pelo ICMS (15,43%).

O informativo traz ainda, nesta edição, os valores do repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE), incluindo a transferência do Apoio Financeiro pela União aos Estados Federativos (AFE). (Foto: reprodução)

A Paraíba registrou a segunda alta consecutiva na arrecadação de impostos com um crescimento de 16,74% em setembro. Os dados foram publicado, nesta terça-feira (20), na edição nº 13 do ‘Boletim Covid-19’da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB) que traz gráficos e análises da arrecadação da receita própria (ICMS, IPVA e ITCD) do mês e também do acumulado de abril a setembro deste ano, período de influência da pandemia do novo coronavírus na arrecadação.

Segundo dados do Boletim nº 13, a arrecadação dos três impostos estaduais (ICMS, IPVA e ITCD), no último mês de setembro, registrou crescimento de 16,74%, quando comparada a igual período de 2019. É a segunda alta consecutiva da arrecadação da receita própria do Estado, após uma queda no período de abril a julho. Ela foi puxada mais uma vez em setembro pelo ICMS (15,43%). A retomada de crescimento foi iniciada no mês de agosto.

O informativo traz ainda, nesta edição, os valores do repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE), incluindo a transferência do Apoio Financeiro pela União aos Estados Federativos (AFE).

O Boletim publica também as perdas de arrecadação própria, que foram reduzidas nos últimos dois meses, mas que somam ainda R$ 116,8 milhões, no período de abril e setembro, que tem sido caracterizado de incidência da Covid-19. Em valores absolutos, o ICMS liderou as perdas nesse período (R$ 120 milhões), enquanto o ITCD acumula uma baixa de R$ 15,8 milhões sobre o ano passado. Já o IPVA, que manteve a trajetória de crescimento (com R$ 19,5 milhões a mais), reduziu as perdas da receita própria no período de abril a setembro.



Por: Emmanuela Leite com assessoria

domingo, 18 de outubro de 2020

Modelo fatura quase 50 mil reais por semana vendendo água de banho e calcinhas usadas

Domingo, 18 de setembro de 2020

Matéria do ExpressoPB

Durante uma entrevista para o site britânico ‘Daily Star’, a modelo norte-americana Emily Knight falou sobre a forma inusitada que descobriu para ganhar dinheiro com a internet. Segundo a moça de 21 anos de idade, graças aos interesses dos seus fãs ela consegue faturar quase US$ 10 mil por semana. Os seguidores compram vídeos de Knight soltando pum, calcinhas usadas ou a água que ela usou para tomar banho.

“Dormir em frente a câmera. Alguns homens só querem me ver dormindo”, afirmou a modelo ao definir o que para ela seria o pedido mais excêntrico que ela já teria recebido nessa sua carreira digital. O trabalho da modelo pode ser incomum, mas não deixa de ser um negócio, tanto que Emily cobra um valor “premium” para os pedidos mais excêntricos. Toda essa troca com os clientes acontece no site Nudiez.

Tabela de Preços: Ela detalha os preços à publicação. A garrafa da água suja de banho custa pouco mais de R$ 500. O preço aumenta para R$ 840 se ela realizou um ato íntimo na banheira.As calcinhas de Emily usadas podem chegar a mais de R$ 5 mil. Ela cobra US$ 20 (R$ 112) por cada foto dos pés e os vídeos soltando pum ou arrotando custam US$ 50 (R$ 280). Já quem deseja vê-la nua ou dormindo em frente a câmera deve desembolsar US$ 20 (R$ 112) por minuto.

A modelo garante que não imaginava que poderia fazer tanto dinheiro na internet. “Devo admitir que era meio preguiçosa e que me sentia confortável com a pequena quantia que ganhava no início, mas depois comecei a me esforçar mais e fiquei mais ambiciosa quando o fluxo de caixa aumentou”, finaliza.



Por: ExpressoPB

Guedes nega extensão de auxílio emergencial em 2021

Domingo, 18 de setembro de 2020

“Não há qualquer plano para estender o auxílio, nenhum. Isso não é verdade. Essa não é nossa intenção", disse Guedes

Ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes (Foto: Alan Santos/PR)

Reduzido recentemente para R$ 300 (R$ 600 para mães solteiras), o auxílio emergencial não será estendido em 2021, disse hoje (16) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele reiterou que o teto de gastos será mantido após o fim do estado de calamidade aprovado neste ano por causa da pandemia de Covid-19.

“Não há qualquer plano para estender o auxílio, nenhum. Isso não é verdade. Essa não é nossa intenção, não é o que o presidente disse. Não é o que o ministro da Economia quer. De jeito nenhum”, afirmou Guedes em evento virtual promovido por uma corretora de investimentos.

Apesar de reafirmar o compromisso com o teto de gastos, o ministro repetiu declarações anteriores segundo as quais o orçamento de guerra poderia ser retomado caso o país seja novamente atingido por uma pandemia em outro ano. Guedes, no entanto, negou que isso signifique estender o estado de calamidade pública indefinidamente.

“Quando a pandemia nos atingiu, nós criamos um regime emergencial. Agora, nós não podemos utilizar a desculpa do regime emergencial para explodir o teto de gastos”, disse.

Novo imposto: Em relação à implementação de um imposto sobre transações, semelhante à antiga Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), Guedes negou ter desistido da ideia. Segundo ele, a criação do tributo, que cobriria uma desoneração parcial da folha de pagamentos, é essencial para a criação de empregos formais. Ontem, o ministro afirmou à emissora CNN Brasil que talvez desistiria do novo tributo.

“Não me importo se o tributo é feio, desde que ele funcione criando novos empregos. É necessário. Mas então eu dei uma informação errada ontem, porque é esse o sentimento”, afirmou. “Eu não sou um homem de desistir facilmente das coisas”.

Recuperação: Sobre o desempenho da economia, o ministro repetiu que o Brasil segue uma recuperação em “V” (forte queda seguida de forte alta), depois da paralisação da economia durante boa parte do primeiro semestre provocada pela pandemia de Covid-19. Segundo ele, o período pós-pandemia exigirá compromisso com a responsabilidade fiscal.

“A doença está diminuindo e, à medida que diminui, o Brasil está em recuperação em ‘V’. Nós devemos ter responsabilidade quanto ao nosso orçamento e devemos mostrar que somos responsáveis, e fortes, e resilientes o suficiente para pagar pela nossa guerra, ao invés de rolar [renovar a dívida] para nossas crianças no futuro”, concluiu.



Por: Agência Brasil

Gêneros musicais podem afetar saúde mental, diz estudo com participação da UFPB

Domingo, 18 de setembro de 2020

Principal resultado apontado foi a diminuição dos níveis de saúde mental provocada pela música intensa, que inclui gêneros heavy metal, punk e rock

Imagem de Ryan McGuire por Pixabay

Diversas pesquisas científicas já comprovaram os benefícios da música para a diminuição dos níveis de ansiedade. Mas isso se aplica a gêneros musicais como o heavy metal, o punk e o rock?

Para perceber qual o efeito desses gostos musicais na saúde mental, foi realizado o estudo Indirect effects of preference for intense music on mental health through positive and negative affect (Efeitos indiretos da preferência por música intensa na saúde mental), publicado este mês na revista Psychology of Music.

Um dos autores é o coordenador do Laboratório de Psicologia da Mídia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Carlos Pimentel, que pesquisa, há quase duas décadas, a música na Psicologia, abordando, por exemplo, temas como o enfrentamento do estresse por meio da música.

O público-alvo da pesquisa, realizada no ano passado, foram usuários da internet, com aplicação de questionários em redes sociais a 268 participantes na faixa etária de 18 a 63 anos.

Eles responderam perguntas sobre gosto musical, depressão, ansiedade e estresse, além de afetos positivos e negativos. O principal resultado apontado foi a diminuição dos níveis de saúde mental provocada pela música intensa, que inclui os gêneros heavy metalpunk e rock.

“A pesquisa mostra, claramente, o efeito da preferência musical na saúde mental. Verificamos que, quanto mais preferência por música intensa, maiores os níveis de depressão, estresse e ansiedade, e que essa relação foi mediada pelos afetos negativos”, explica Carlos Pimentel.

De acordo com o pesquisador da UFPB, o efeito da música é cumulativo, podendo aumentar afetos negativos e diminuir afetos positivos. Segundo ele, essa relação foi verificada mesmo controlando importantes fatores para a saúde mental, como o sexo, a idade e o neuroticismo (instabilidade emocional).

A realização do estudo para testar os efeitos indiretos desse gosto musical foi motivada, conforme o também professor da federal paraibana, pela existência de um impasse na ciência, com pesquisas conflitantes sobre o papel da preferência por música intensa na predição da saúde mental – algumas apontam um impacto positivo enquanto outras mostram um impacto negativo.

Por essa razão, apesar da contribuição da pesquisa para a compreensão do assunto, Carlos Pimentel ressalta que o tema precisa ser mais explorado, com novas pesquisas que aprofundem outras questões não abordadas no referido estudo.

Também contribuíram para o trabalho os pesquisadores Renan Monteiro e Wilker Andrade, da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), Gabriel Coelho, da University College Cork, na Irlanda, e Roosevelt Vilar, da Massey University, na Nova Zelândia.



Por: Portal Correio

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Paolla Oliveira deixa bumbum em destaque em clique de biquíni e arrasa:"Ainda mais bonita"

Sexta-feira, 16 de setembro de 2020

Poderosa, atriz roubou a cena com corpão ao sol; veja. Paolla Oliveira surgiu nesta sexta-feira (16) bem à vontade.

Paolla Oliveira deixa bumbum em destaque em clique de biquíni - Reprodução/Instagram

A atriz posou em um clique de biquíni andando sobre rochas, ao lado de um riacho. Com o corpão em destaque, incluindo o famoso bumbum, Paolla deixou seguidores sem fôlego com a imagem ensolarada.

"A um passo do fim de semana... A foto não é de hoje, mas eu bem queria que fosse", escreveu a beldade na legenda.

Um fã elogiou, mas tentou manter a educação: "A foto tá perfeita. Com todo respeito". Outro comentou: "Você está ainda mas bonita hoje em dia! Se é que posso dizer!". Uma terceira exaltou: "Quando eu crescer, quero ter um corpo assim".

BANHO DE CACHOEIRA: O clique é desta quinta-feira (15), quando Paolla curtiu um banho de cachoeira.

Com um biquíni neon, a global apareceu tomando um banho de cachoeira e encantou os milhões de seguidores que a acompanham nas redes sociais. "De alma lavada", escreveu ela na legenda da publicação.

Foto: Reprodução Instagram



Por: Contigo

Governo da PB decreta situação de emergência por estiagem para 148 cidades

Sexta-feira, 16 de setembro de 2020

Matéria de Léo Ferreira com G1

O Governo da Paraíba decretou situação de emergência apra 148 municípios da Paraíba devido à estiagem. De acordo com o decreto, publicado nesta sexta-feira (16), no Diário Oficial do Estado (DOE), a escassez da água persiste nas cidades indicadas, causando danos à subsistência e à saúde.

O decreto vale por 180 dias nas cidades afetadas pela estiagem. A situação de anormalidade é válida apenas para as áreas do município, comprovadamente afetados pelo desastre, de acordo com prova documental estabelecida pelo Formulário de Informação de Desastre (FIDE) e pelo croqui de áreas afetadas por município, que serão apresentadas em situação oportuna.

O texto do decreto esclarece que a estiagem prolongada tem gerado prejuízos importantes e significativos para atividades produtivas na Paraíba, principalmente para agricultura e pecuária. O período de estiagem comprometeu, ainda, a recarga dos mananciais em diversos municípios paraibanos, caracterizando desastre que existe ação do Poder Público para minimizar esses efeitos.

Neste caso, os municípios ficam dispensados de fazer licitações para contratos de aquisição de bens e serviços necessários às atividades de respostas ao desastre, locação de máquinas e equipamentos, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação do cenário do desastre.



Por: G1

Cris Cyborg atropela Arlene Blencowe e mantém o cinturão peso-pena no Bellator 249

Sexta-feira, 16 de setembro de 2020

Com atuação irrepreensível, brasileira domina australiana bicampeã mundial de boxe e consegue a primeira vitória por finalização da sua carreira. Leandro Higo também finaliza Ricky Bandejas.

Única lutadora a conquistar o Grand Slam do MMA feminino - cinturões do UFC, Bellator, Strikeforce e Invicta - Cris Cyborg não teve dificuldades de manter o título peso-pena do Bellator nesta quinta-feira. Dominante e sem correr riscos, a brasileira arrasou a australiana Arlene Blencowe e conseguiu a primeira vitória por finalização da sua carreira, aplicando um mata-leão na bicampeã mundial de boxe aos 2m36s do segundo round. Esta foi a 23ª vitória de Cyborg em 26 lutas como profissional.

A luta começou com Cyborg atacando as pernas de Blencowe com chutes, que tentava os contragolpes com cruzados e diretos. A brasileira encurtou a distância e levou a luta para a grade, variando joelhadas e cotoveladas no clinche antes de derrubar a rival, caindo por cima. Com muita calma, Cyborg conseguiu a montada e passou a desferir golpes na cabeça da desafiante, que apenas se defendia. A australiana conseguiu se levantar, mas apenas para receber mais alguns golpes junto à grade até o intervalo.

O segundo round começou com Cyborg mais uma vez usando as combinações de diretos com chutes nas pernas de Blencowe, que já não atacava como no primeiro round. A brasileira engrenou uma sequência de golpes que abalou a australiana, que recuou. Cyborg avançou e a derrubou mais uma vez. Novamente montada, a brasileira atacava incessantemente, forçando Blencowe a dar as costas para se defender. Desta vez, no entanto, a campeã não desperdiçou a chance e encaixou um mata-leão que não deu alternativas à desafiante que não fosse desistir da disputa.



Fonte: Combate.com

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Paraíba é o terceiro maior produtor de camarão do país

Quinta-feira, 15 de setembro de 2020

Paraíba produziu mais de 4 mil toneladas de camarão em 2019, segundo Pesquisa da Pecuária Municipal

Foto: Pixabay

A produção de camarão na Paraíba cresceu 403,1% em sete anos, alcançando 4,3 mil toneladas em 2019. Com isso, o estado foi o 3º maior produtor do país, atrás apenas do Ceará, com 16,7 mil toneladas (t), e do Rio Grande do Norte, com 20,7 mil t, de acordo com dados da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) 2019, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (14).

No início da série histórica, em 2013, a produção era de 864 t e em quatro anos não havia ultrapassado a marca das mil toneladas. No entanto, em 2017 o total chegou a 2,5 mil toneladas, com um crescimento expressivo frente a 2016, quando havia sido de 893 toneladas.

Entre os municípios paraibanos, os principais produtores de camarão em 2019 foram João Pessoa, com 850 toneladas; Santa Rita, com 800 t; e São Miguel de Taipu, Itatuba e Itabaiana, cada um responsável por 300 toneladas. No ano pesquisado, o valor total da produção na Paraíba foi de cerca R$ 79,1 milhões.

A produção de peixes, por sua vez, também tem crescido de modo geral, mas de forma mais lenta. Em relação a 2013, quando o total foi de 978,4 toneladas, houve alta de 143,2%, com 2,8 mil toneladas produzidas em 2019. Até 2017, porém, esse volume era maior que o de camarão.

Após queda em 2012, rebanhos bovinos na PB crescem 33,7%: O tamanho do rebanho bovino paraibano tem apresentado recuperação ao longo dos anos, após ter registrado queda de 28,5% em 2012, frente a 2011, chegando a aproximadamente 967 mil cabeças. Em 2019, o efetivo alcançou a marca de 1,29 milhões de cabeças, o que indica alta de 33,7% no período de sete anos.

Embora o bovino seja o maior rebanho do estado, esse crescimento também tem sido observado em outras criações, segundo a PPM. No mesmo período, o efetivo caprino teve alta de 46,3%, registrando 692,4 mil cabeças em 2019, enquanto o ovino aumentou 78,8%, com 668,8 mil cabeças no último ano. Já o suíno cresceu 83,3% de 2012 a 2019.

No último ano, o rebanho paraibano de galináceos, que inclui frangos para abate, galinhas e galos, contava com 11,2 mil cabeças, apontando para alta de 16,9% na comparação com o índice mais baixo da série histórica, registrado em 2016. O total de galinhas poedeiras de ovos, por sua vez, foi de 2,6 mil em 2019, com aumento de 23,2% no mesmo intervalo.

Na produção de origem animal, o principal produto paraibano, no ano pesquisado, foi o leite, que acumulou cerca de 241 milhões de litros. O mel de abelha ocupava o segundo lugar, com 199 toneladas produzidas, ao passo que os ovos de galinha estavam no 3º lugar, com aproximadamente 42,5 milhões de dúzias.



Por: Portal Correio

Juiz volta atrás e Lula recupera título de douto honoris causa

Quinta-feira, 1 de setembro de 2020

Matéria do Paraíba.com.br

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos, da 4ª Vara Cível de Arapiraca (AL), recuou nesta quarta-feira (14) em sua decisão de anular um título de doutor honoris causa concedido pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O magistrado justificou sua decisão alegando um “comando dado no sistema de forma não voluntária” e acabou arquivando o processo, por prescrição, contra o título de Lula.

Essa semana, ao justificar a anulação da honraria, concedida em 2017 à Lula, o juiz havia afirmado que “não é razoável, nem atende à moralidade administrativa conceder honraria a alguém condenado judicialmente e que ainda responde a outras ações penais”. Ele também chegou a apontar que o título representa uma “hostil violação da regra administrativa na aprovação do título por desvio de finalidade revelador de ofensa à moralidade administrativa, além de propiciar manifestação de fim político-eleitoral na concessão do título”.

No entanto, ao voltar atrás, Carlos Bruno de Oliveira Ramos apontou que ato do conselho universitário que concedeu a honraria a Lula ocorreu em março de 2012, mas que a ação da advogada Maria Tavares Ferro contra o título foi impetrada em agosto de 2017, o que superou o prazo máximo de cinco anos para a reclamação.

“Sabe-se que a pretensão surge para o titular a partir do momento em que é violado o direito. No caso dos autos, não havendo causa legal de impedimento, suspensão ou interrupção do prazo prescricional, o termo inicial corre a partir da data da publicação do ato que pretende obter a declaração de nulidade”, escreveu o magistrado.

Já sobre a primeira sentença, que anulou o título de Lula, o juiz afirmou que “a sentença foi liberada nos autos digitais de forma inadequada, possivelmente por algum comando dado no sistema, de forma não voluntária, uma vez que a minuta ainda em edição estava na fila de processos em elaboração e acabou sendo finalizada juntamente com outras decisões corrigidas no mesmo dia”.



Por: Paraíba.com.br

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Grávida, Camilla Camargo revela o nome da filha

Quarta-feira, 14 de setembro de 2020

Matéria do G1

Camilla Camargo está grávida do segundo filho — Foto: Reprodução/Instagram

Filha de Zezé di Camargo e Zilu, Camilla Camargo está feliz da vida com a segunda gravidez e contou ao Gshow que escolheu o nome Julia para sua primeira menininha com o casada com o diretor Leonardo Lessa. A mãe de Joaquim, de 1 ano, em seu quinto mês de gestação, aproveitou a pandemia para se reinventar e se prepara para lançar um canal de vídeos na internet que irá abordar assuntos relacionados à maternidade.

“Quem falou esse nome foi meu enteado, Antônio. A gente gostou, acho o nome forte, como não conheço muita Julia achamos que seria legal e combina com o nome do Joaquim. A gente gosta muito do significado, filha de júpiter, a gente gostou tanto do significado quanto da sonora, nome forte.”

Em pausa nas telas por conta da pandemia, ela promete não deixar a carreira de atriz de lado. Inclusive tem novos trabalhos para lançar, como o longa-metragem “Intervenção”, do mesmo roteirista de “Tropa de Elite”.



Por: G1

Ministério entrega à Presidência projeto de privatização dos Correios

Quarta-feira, 14 de setembro de 2020

Matéria do Agência Brasil

Foto: Guito Moreto

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, entregou hoje (14) à Presidência da República o projeto de lei (PL) que cria as condições para a privatização dos Correios. De acordo com ele, o texto final deve ser encaminhado ao Congresso no ano que vem e a expectativa é que seja aprovado até o final de 2021, para que seja iniciado o processo de venda da empresa à iniciativa privada.

“Esse projeto (entregue hoje) trata mais sobre princípios do que regras, até porque o Congresso deve se debruçar sobre esses tema e é lá a arena onde serão debatidos todos os requisitos necessários, sobre a universalização das entregas dos Correios e em relação aos funcionários, tudo isso será tratado com bastante cuidado no Congresso e o Ministério das Comunicação vai fazer o acompanhamento junto com deputados e senadores”, disse, após reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro-chefe da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira.

Faria explicou que o texto inicial do projeto saiu do Ministério da Economia, passou pelas Comunicações, órgão ao qual o Correios está vinculado, e agora segue para análise da Subchefia de Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral. Depois, passa pela Casa Civil para, então, ser encaminhado ao Congresso.

Além disso, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) contratou a Accenture, empresa de consultoria que estuda o melhor modelo de negócio para privatização da empresa estatal. Segundo Faria, o trabalho começou a cerca de 30 dias e a consultoria tem até 120 dias para apresentar seus resultados, que também serão enviados ao Congresso para dar suporte ao estabelecimento de parâmetros e diretrizes da privatização.

“Tudo será debatido, ninguém vai fazer esse processo de maneira brusca. O projeto de privatização vem para melhorara a capacidade de entrega dos Correios”, disse, destacando que a universalização das entregas será mantida. “Quem recebe cartas, boletos, qualquer embalagem dos Correios, em qualquer lugar do país, essa parte da universalização será mantida, ninguém vai deixar de receber. Tenho certeza que o Congresso vai trabalhar nesse sentido”.

Em nota, o Ministério das Comunicações informou que o PL estabelece a nova organização e a manutenção do Sistema Nacional de Serviços Postais, para que sejam explorados em regime privado, “respeitando, porém, a Constituição Federal em seu artigo 21, que estabelece à União manter o serviço postal, o que será delegado ao Operador Postal Designado no decorrer do processo de privatização dos Correios”.

“As atividades dos serviços postais pela iniciativa privada serão baseadas nos princípios constitucionais da atividade econômica e terão por objetivo viabilizar o cumprimento das leis, em especial das relativas aos serviços postais, à ordem econômica e aos direitos dos consumidores”, diz a nota.

O projeto de Lei prevê ainda a criação da Agência Nacional de Comunicações, em substituição à atual Agência Nacional de Telecomunicações, que passará a regular também os serviços do Sistema Nacional de Serviços Postais, alterando a Lei nº 9.472 de julho de 1997.



Por: Agência Brasil

Neymar faz 3 gols, Brasil vira sobre o Peru e fica 100% nas Eliminatórias

Quarta-feira, 14 de setembro de 2020

Matéria do Gabriel Carneiro Do UOL, em São Paulo

Richarlison tenta se livrar da marcação de Trauco durante a partida entre Brasil e Peru Imagem: Pool/Getty Images.

A seleção brasileira venceu o Peru de virada, por 4 a 2, pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, hoje (13), no estádio Nacional de Lima. Neymar, duas vezes em cobranças de pênalti e mais uma nos acréscimos do segundo tempo e Richarlison, marcaram os gols da vitória que mantém o time dirigido por Tite com 100% de aproveitamento na caminhada para o Qatar.

Com os três gols marcados no Peru, Neymar chegou a 64 marcados pela seleção brasileira e ultrapassou Ronaldo na artilharia histórica com a Amarelinha. Agora há só Pelé pela frente.

O próximo desafio da seleção brasileira não demora, será contra a Venezuela no dia 14 de novembro, no estádio do Morumbi. Três dias depois há mais uma rodada das Eliminatórias fora de casa, diante do Uruguai.

Richarlison: encaixe perfeito: Preservado da estreia por causa de dores no tornozelo esquerdo, Richarlison ganhou a vaga de titular de Éverton Cebolinha e teve grande atuação em Lima. Escalado como ponta-direita, chamou atenção pelo espírito coletivo ao buscar a posse de bola no campo de defesa e foi quem melhor aproveitou as bolas longas no ataque. Em uma, deu o cruzamento que resultou no pênalti do primeiro gol. Ele também fez o segundo ao completar lance de Roberto Firmino e gerou o contra-ataque do pênalti do terceiro gol. Atuação de gala.

Peruano expulso no fim: Christofer Gonzáles e Farfán não mantiveram o nível de Carrillo de produção ofensiva do Peru, mas Zambrano foi o maior destaque negativo graças a uma cotovelada em Richarlison aos 43 minutos do segundo tempo que rendeu expulsão com uso da arbitragem de vídeo. Já do lado brasileiro, com liberdade de movimentação no meio-campo, Philippe Coutinho não chegou perto da atuação da esteia. Diante da marcação forte de Tapia e Aquino, o camisa 11 conseguiu se livrar poucas vezes e pareceu fora do tom do restante da seleção, sem ritmo e potência.

Philippe Coutinho durante a partida entre Brasil e Peru; meia não teve atuação brilhante Imagem: Lucas Figueiredo/CBF.

Posse sem chute: O Brasil teve 72% de posse de bola no primeiro tempo, mas só conseguiu finalizar quatro vezes. Média de posse acima dos 60% da seleção, média de chutes bem inferior aos 16 dos compromissos anteriores. Esse dado ajuda a resumir uma atuação que não foi ruim, nem boa. Os melhores espaços foram encontrados pelos pontas, Richarlison e Renan Lodi, mas Firmino perdeu duas chances e o volume de jogo ofensivo parou na boa marcação do Peru. Na etapa complementar, Everton Ribeiro e Cebolinha ajudaram na virada mesmo com a queda de rendimento.

Rodrigo Caio e Farfan, durante a partida entre Brasil e Peru, pelas Eliminatórias Imagem: Pool/Getty Images.

Reações rápidas dão o tom: A seleção peruana abriu o placar logo aos cinco minutos de bola rolando, em uma trapalhada da defesa do Brasil. Firmino perdeu a posse de bola em disputa no meio e depois de um bate-rebate em que Marquinhos não conseguiu afastar o perigo Carrillo apareceu para fazer um golaço. A partir de então, os donos da casa deixaram a bola com o Brasil, apertaram a marcação com pressão na bola e apostaram no contra-ataque. Não deu certo.

A seleção brasileira rapidamente achou o caminho. Tentou duas jogadas construídas pelo chão passando pelo pé de Neymar e duas bolas longas nas costas de Trauco. Em uma delas, Richarlison conseguiu o cruzamento para a área, onde Coutinho desviou, Neymar brigou e Zambrano cometeu pênalti. Na cobrança aos 27, o empate esperado diante do volume de jogo no cantinho direito de Gallese pelos pés do camisa 10.

O Peru voltou a ficar em vantagem aos 13 minutos do segundo tempo, quando Rodrigo Caio afastou de cabeça um lateral cobrado na área, mas desviou o chute de Renato Tapia no rebote e enganou Weverton. Desta vez o Brasil reagiu mais rápido, quando Neymar cobrou escanteio pela esquerda, Firmino cabeceou e Richarlison empurrou em cima da linha. Richarlison, também, foi quem gerou o contra-ataque do terceiro gol ao lançar Cebolinha em velocidade. O ex-gremista tocou para Neymar, que sofreu pênalti e converteu aos 37.

O quarto gol da seleção saiu já nos acréscimos, aos 48 minutos do segundo tempo. Éverton Cebolinha recebeu de Everton Ribeiro na meia direita, fez a devolução em profundidade e o meia finalizou. Gallese defendeu com o pé e a bola bateu na trave direita. No rebote, Neymar empurrou para o fundo do gol e marcou o seu hat-trick.

Zambrano comete pênalti em Neymar, durante a partida entre Peru e Brasil Imagem: Pool/Getty Images.

Pelé é o próximo: Neymar superou Ronaldo na segunda posição da artilharia histórica da seleção brasileira. Ele chegou a 64 marcados em jogos oficiais, dois a mais que o Fenômeno fez ao longo da carreira pelo Brasil. Agora, a expectativa é para ver se Neymar conseguirá encostar em Pelé. O Rei do Futebol soma 77 gols em partidas oficiais e é o maior goleador da história da seleção masculina.

FICHA TÉCNICA

PERU 2 x 4 BRASIL

Competição: Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar, 2ª rodada

Local: estádio Nacional de Lima, no Peru

Data/Hora: 13 de outubro de 2020 (terça-feira), às 21h

Árbitro: Julio Bascuñan (CHI)

Assistentes: Jose Retamal e Raul Orellana (ambos do Chile)

VAR: Piero Maza (CHI)

Cartões amarelos: Renato Tapia, Christofer Gonzáles (Peru)

Cartão vermelho: Zambrano (Peru)

GOLS: Carrillo, aos 5/1ºT (1-0), Neymar, aos 27/1ºT (1-1), Renato Tapia, aos 13/2ºT (2-1), Richarlison, aos 19/2ºT (2-2), Neymar, aos 37/2ºT (2-3), Neymar, aos 48/2ºT (2-4).

PERU: Pedro Gallese; Advincula, Zambrano, Luis Abram e Trauco; Renato Tapia (Cueva), Pedro Aquino, e Yotún; Christofer (Miguel Araujo), Carrillo e Farfán (Andy Polo). Técnico: Ricardo Gareca.

BRASIL: Weverton; Danilo, Marquinhos (Rodrigo Caio), Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Telles); Casemiro e Douglas Luiz; Richarlison, Philippe Coutinho (Everton Ribeiro) e Neymar; Roberto Firmino (Éverton Cebolinha). Técnico: Tite.



Por: Gabriel Carneiro, Do UOL, em São Paulo

POLICIAL

GALERIAS DE FOTOS

ENTRETENIMENTO

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T