ULTIMAS NOTICIAS

POLITICA

ESPORTES

Mais Noticias

terça-feira, 31 de março de 2020

Paraíba tem mais dois casos confirmados de coronavírus e soma 17 infectados pelo Covid-19

Segunda-feira, 31 de março de 2020
A confirmação foi feita pelo secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, na tarde desta segunda-feira (30). A outra pessoa está em isolamento domiciliar.
Dos dois novos casos, uma pessoa está internada na UTI do Hospital Clementino Fraga. (Foto: Divulgação)
A Paraíba tem mais dois casos confirmados de coronavírus e soma, agora, 17 infectados pelo Covid-19. A confirmação foi feita pelo secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, na tarde desta segunda-feira (30).

Dos dois novos casos, uma pessoa está internada na UTI do Hospital Clementino Fraga. A outra pessoa está em isolamento domiciliar.

Casos confirmados
Homem, 36 anos, residente da cidade de Patos. Internado na UTI do Clementino Fraga, dando entrada dia 26, via transferência hospitalar.

Homem, 40 anos, residente em João Pessoa. Em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal.

Com este resultado, a Paraíba passa a contabilizar 17 casos confirmados. 12 em João Pessoa, 02 em Campina Grande e 03 no sertão, nos municípios de Igaracy, Sousa e Patos.

Dos casos confirmados, dois estão internados: uma mulher de 55 anos, em leito regular de hospital privado na capital e um homem de 36 anos na UTI do hospital Clementino Fraga.

De acordo com o último censo hospitalar, são 90 casos suspeitos internados, sendo 25 em UTI, 13 deles em hospitais públicos e  65 em leito tipo enfermaria, destes, 31 em hospitais públicos.

Situação na Paraíba
Até a manhã desta segunda-feira, eram 15 casos confirmados. Antes com 14 casos, a Paraíba somou hoje mais cedo o caso do homem de 69 anos, morador de João Pessoa. Ele está em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal.

No boletim da manhã, eram 349 casos descartados e nenhum óbito foi confirmado para coronavírus. A SES investiga se a morte de Mateus Carlos, filho do presidente da Rede Paraíba de Comunicação, Eduardo Carlos, foi causada por Covid-19.

Há, então agora, 91 pacientes internados com suspeita do contágio. São 26 em UTI, 14 desses em hospitais públicos; e 65 em leito regular, sendo 31 desses em hospitais públicos.

Agora, a Paraíba tem 13 casos confirmados em João Pessoa, 2 em Campina Grande, 1 em Igaracy e 1 em Sousa.





Por: ClickPB

sábado, 28 de março de 2020

Geisy Arruda conta sobre masturbação no isolamento: Três vezes ao dia

Sábado, 28 de março de 2020
Artista também disse que teve crise de ansiedade
(Reprodução, Instagram)
Geisy Arruda usou as redes sociais, na noite desta quarta-feira (25), para desabafar com os fãs sobre sua rotina isolada em casa. Em quarentena, para evitar a propagação do coronavírus, a influencer disse que chega a se masturbar três vezes ao dia.

A artista também explicou que precisou tomar remédios durante uma crise de ansiedade dentro de casa.

“Você fica deprimido com essa m… (do coronavírus). Parei de assistir à televisão porque há dois dias tive uma crise de ansiedade e tive de tomar medicamento. Ver matérias o tempo todo começou a me deixar surtada”, iniciou Geisy Arruda no Instagram.

Em isolamento, a vida sexual acabou ficando de lado. Por causa disso, ela contou para os internautas que tem apelado à masturbação: “Está tipo: café da manhã, almoço e janta, três vezes por dia”, disse.





Por: Bruna Vasconcelos - Midiamax

A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E COMITÊ DE MONITORAMENTO DE CRISE do Município de Mari-PB divulgam 4º Boletim Epidemiológico sobre o Coronavírus (COVID 19)

Sábado, 28 de março de 2020
Matéria do Site da Prefeitura de Mari/PB
Os dados foram reunidos às 14 horas desta quinta-feira (26), e apresenta o surgimento do 2º caso grave a ser investigado por possível infecção pelo COVID 19.

O 2º caso grave, que encontra-se em investigação, trata-se de uma paciente, 63 anos, recém-chegada de outro Estado, que deu entrada na Unidade Mista de Saúde – Policlínica, na noite de ontem (25), apresentando os sintomas de tosse e falta de ar e já constava histórico anterior de outras doenças. A mesma veio a óbito por volta das 04H30mm da manhã de hoje.

Foi realizada a coleta e envio de material para o Laboratório Central do Estado da Paraíba – LACEN onde será feita testagem e posterior divulgação do resultado.

Os casos identificados como QUARENTENA DOMICILAR COM MONITORAMENTO se referem a pessoas que apresentam sintomas leves de gripe e encontram-se sob monitoramento dos serviços de Saúde.





Por: Assessoria Prefeitura de Mari/PB

Sobe para 10 o número de casos confirmados de coronavírus na Paraíba

Sábado, 28 de março de 2020
A informação foi repassada pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, na tarde desta sexta-feira (27). A nova vítima do coronavírus é uma mulher de 38 anos, de João Pessoa.
A Paraíba contabiliza 10 casos confirmados, sendo 7 na Capital, 1 em Igaracy, 1 em Sousa e 1 em Campina Grande. (Foto: Divulgação)
Subiu para 10 o número de casos confirmados de coronavírus na Paraíba. A informação foi repassada pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, na tarde desta sexta-feira (27).

A vítima é uma mulher de 38 anos. Ela mora em João Pessoa.

Até a manhã de hoje, eram nove casos confirmados, 284 descartados, e nenhuma morte por coronavírus confirmada na Paraíba.

A Secretaria de Saúde da Paraíba informou que "dentre as amostras analisadas pelo LACEN - PB  e Instituto Evandro Chagas divulgadas nesta sexta, 27, foram descartados 57 casos e confirmado mais 3 casos para COVID-19 no Estado da Paraíba."

Um dos diagnosticados hoje é um homem de 26 anos, residente do município de Sousa. "O paciente segue em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal." Há também um homem de 56 anos, residente de João Pessoa. "Segue em isolamento domiciliar acompanhado pela vigilância municipal." E o outro caso é o de um homem de 42 anos, residente em Campina Grande. "Esteve em internado em hospital privado por uma semana e já está de alta médica, acompanhado pela vigilância municipal."

A Paraíba contabiliza 10 casos confirmados, sendo 7 na Capital, 1 em Igaracy, 1 em Sousa e 1 em Campina Grande.





Por: ClickPB

quinta-feira, 26 de março de 2020

Coronavírus: Equipe de Guedes projeta retorno gradual da quarentena a partir de 7 de abril

Quinta-feira, 26 de março de 2020
Segundo integrantes da pasta, seria inviável suportar mais que 15 dias com atividades totalmente suspensas
O ministro da economia, Paulo Guedes (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência O Globo)
BRASÍLIA - A equipe econômica trabalha com projeções que consideram um encerramento gradual da quarentena contra o coronavírus a partir do dia 7 de abril. A avaliação é que as medidas anticrise anunciadas até agora não são suficientes para suportar um período maior que esse de atividades completamente suspensas.

As estimativas foram confirmadas por fontes que trabalham na elaboração dos cenários. Até agora, as medidas anunciadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, garantem alívio para empresas e mais acesso a crédito pelo período de três a quatro meses. Segundo técnicos, as ações já foram elaboradas considerando um relaxamento gradual do isolamento.

As medidas elaboradas até agora foram pensadas porque, mesmo após um eventual relaxamento da quarentena, as atividades voltariam a funcionar, em ritmo reduzido. "Os shoppings estariam mais vazios, porém funcionando", explicou uma das fontes.

Em pronunciamento em cadeia nacional na noite de terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro sugeriu que sejam suspensas as medidas de contenção, como suspensão de aulas e fechamento de comércio. Bolsonaro, no entanto, não indicou qualquer plano para que isso seja feito de forma gradual, nem um prazo.

A fala de Bolsonaro, na contramão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das medidas tomadas por outros países, foi alvo de críticas por parte de especialistas, autoridades e congressistas. Durante o pronunciamento, houve panelaços em várias cidades do país contra o presidente.

A equipe econômica tem se reunido com representantes do setor produtivo para medir a temperatura da preocupação do empresariado. Na avaliação de uma fonte, hoje o país não tem uma quarentena propriamente dita, mas apenas ações em deterimnados estados. O problema é que a lista inclui as maiores economias do Brasil: Rio e São Paulo. Segundo este técnico, o fato de as medidas restritivas não terem sido diretamente elaboradas pela União dificultam um controle sobre como e quando o isolamento será flexibilizado.

Além do time que trabalha diretamente com Guedes, as críticas a medidas restritivas são repercutidas por aliados próximos, como o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes. Na avaliação do executivo, não é possível "parar a economia" por causa da pandemia.

— Aqueles que impedem  a produção, o comércio e a circulação de mercadorias serão responsabilizados pela depressão econômica que estão causando. Não se pode resolver um problema criando outro ainda maior. O fechamento de empresas e o desemprego em larga escala decorrentes de medidas restritivas exageradas atingem as camadas mais vulneráveis da população e podem causar comoção social. Negar este lado da questão é um desserviço à nação brasileira. Devemos tomar todas as medidas sanitárias de precaução e proteger os idosos, mas não podemos parar a economia — disse Novaes.

O presidente do BB criticou ainda diretamente governadores e prefeitos, apontados por Bolsonaro como principais responsáveis para medidas que ele considera excessivamente restritivas.

— As medidas do Banco Central são adequadas, mas ninguém faz milagres na economia se empresas são fechadas compulsoriamente por ação de governadores e prefeitos — pontuou.

Apesar da postura de Novaes, o BB informou que seguirá orientações da Febraban (que representa o setor bancário) para evitar a aglomeração de clientes, como a restrição do atendimento presencial.

Clientes só poderão ser atendidos nas agências no caso de serviços essenciais que não podem ser feitos por aplicativos, internet ou caixa eletrônico, como desbloqueio de senha e cartão.  A instituição também reduziu o expediente nas agências: abre uma hora mais cedo,  às 9h para atender exclusivamente idosos. De 11h às 14h, para os demais clientes.

No domingo, durante entrevista coletiva à imprensa, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já havia sugerido que, em algum momento, medidas de relaxamento da quarentena deveriam ser tomadas.

— Ninguém aguenta permanecer parado full time. Para duas (semanas), libera um pouco para as pessoas, deixa as pessoas se reorganizarem. Vamos ter que ir assim — disse o ministro, na ocasião.

Guedes também já havia sugerido que seria preciso encontrar um meio termo entre as medidas de isolamento e a retomada da atividade econômica. Ao anunciar as primeiras medidas de combate aos efeitos econômicas da pandemia, o ministro afirmou que se todos ficassem em casa, a economia entraria em colapso. No entanto, frisou que seguiria recomendações do Ministério da Saúde.

— Se ficar todo mundo em casa, o produto colapsa. Se ficar todo mundo na rua, a velocidade de contágio é muito rápida e você atinge o sistema de saúde. Então, deve ter um meio termo. Os ingleses andaram sugerindo o seguinte: os mais idosos em casa e os mais jovens manter uma vida próxima do normal. Mas não sou eu que tenho que falar isso, é o Ministério da Saúde — disse Guedes, no último dia 16.





Por: O Globo

Secretaria Municipal de Saúde e comitê de monitoramento de crise do município de Mari/PB divulgam 2º boletim epidemiológico

Quinta-feira, 26 de março de 2020
Matéria do Site da Prefeitura de Mari/PB
Os dados foram reunidos às 16 horas desta terça-feira (24), e caso ocorra alguma modificação dos números, novos Boletins serão emitidos de forma atualizada.

Os casos identificados como QUARENTENA DOMICILIAR COM MONITORAMENTO, se referem a pessoas que apresentam sintomas leves de gripe e encontram-se sob monitoramento dos serviços de Saúde.





Por: Assessoria de Mari/PB

Presidente Bolsonaro decreta reabertura de casas lotéricas em todo Brasil

Quinta-feira, 26 de março de 2020
Matéria do Site PBAGORA
O presidente da República Jair Bolsonaro avisou no Twitter que mandou incluir as casas lotéricas no rol de atividades essenciais que deverão funcionar durante a epidemia do novo coronavírus.

“No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atualizei, nessa data, o Decreto 10.282”, postou o presidente.

O decreto, editado na semana passada, garante a manutenção de serviços de segurança, saúde, transporte, água e esgoto, energia elétrica e iluminação pública, entre outros.

São descritos como “indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, assim considerados aqueles que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população”.





Por: PBAGORA

Governadores do NE decidem manter medidas de isolamento

Quinta-feira, 26 de março de 2020
Matéria do Site PBAGORA
O Consórcio Nordeste, grupo de governadores dos estados da região, realizaram neste quarta-feira reunião para debater a manutenção de medidas adotadas em prevenção a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Em carta, os gestores decidiram continuar com as regras de isolamento social e garantem que, no momento, a prioridade pe preservar a saúde e a vida das pessoas.

De acordo com o documento, os governadores pontuaram que para vencer a batalha contra o vírus será necessário ainda mais trabalho e, acima de tudo, bom censo. Desta forma, o grupo decidiu seguir obedecendo orientações de especialistas em saúde. “Vamos continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência seguindo orientação de profissionais de saúde, capacitados para lidar com a realidade atual”, diz a carta.

Os governadores cobraram ainda uma coordenação e cooperação nacional em defesa da proteção de empregos e a sobrevivência dos mais necessitados.

Além do governador da Paraíba, João Azevêdo, assinam o documento o governador da Bahia, Rui Costa; o Governador de Alagoas, Renan Filho; o governador do Ceará, Camilo Santana; o governador do Maranhão, Flávio Dino; o governador de Pernambuco, Paulo Câmara; o governador do Piauí, Wellington Dias; a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra; e o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas.

Confira carta elaborada pelo consórcio Nordeste na íntegra:





Por: PBAGORA

quarta-feira, 25 de março de 2020

Ampliação do BPC aprovada pelo Senado é publicada e já está valendo

Quarta-feira, 25 de Março de 2020
Matéria da Agência Senado
Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Está publicada na edição desta terça-feira (24) do Diário Oficial da União (DOU) a Lei 13.981, que aumenta o limite da renda familiar mensal per capita para idosos e pessoas com deficiência terem acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com a norma, promulgada pelo vice-presidente do Senado, Antonio Anastasia (PSD-MG) nesta segunda-feira (23), o valor máximo passou de um quarto de salário mínimo (R$ 261,25 em valores atuais) por membro da família para meio salário mínimo (R$ 522,50).

A extensão do benefício para famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, que entra em vigor na data da publicação, foi permitida após o Congresso Nacional derrubar um veto (VET 55/2019) do presidente da República ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 55/1996, que dobrava o limite de renda para acesso ao BPC.

O governo vetou a proposta sob a alegação que a medida criaria despesas obrigatórias sem indicar fonte de custeio e sem demonstrar os impactos orçamentários. Por isso, segundo o presidente Jair Bolsonaro, a mudança violaria a Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O projeto, do ex-senador Casildo Maldaner, foi aprovado pelo Senado em 1997 e ficou 19 anos parado na Câmara dos Deputados, até ser devolvido na forma de substitutivo (SCD 6/2018). O Senado rejeitou as mudanças sugeridas pelos deputados e em novembro de 2019 aprovou o projeto, que seguiu para então sanção presidencial, mas foi vetado pelo Executivo.

TCU
Após a derrubada do veto, no dia 11 deste mês, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas acatou um pedido de medida cautelar do Ministério da Economia e suspendeu a ampliação do BPC, o que provocou a reação de vários senadores, que criticaram a posição do ministro.

Nesse pedido, a equipe econômica argumentava quea ampliação do benefício teria impacto de R$ 20 bilhões no Orçamento da União deste ano, o que poderia prejudicar o equilíbrio das contas públicas.

Na semana passada, o Plenário do TCU suspendeu por 15 dias a liminar do ministro Bruno Dantas que impedia a ampliação do BPC. Desta vez, os senadores comemoraram a decisão do tribunal:

“Decisão muito importante. Manter o BPC para quem ganha até meio salário mínimo, para deficientes e idosos pobres é vital neste momento”, disse a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) em sua conta em uma rede social.

Posicionamento semelhante teve também o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Para ele, o auxílio fará diferença na vida da população de baixa renda. “A importância dessa medida só aumenta, durante a crise que estamos vivendo. Os mais pobres precisam de todos os esforços e recursos que pudermos garantir. Nossa luta não foi em vão”, afirmou.

Benefício
O BPC, no valor de um salário mínimo, é pago a idosos e pessoas com deficiência que não podem se manter sozinhos nem ter o sustento garantido pela família. Atualmente o critério estabelecido para identificar essas famílias é a renda mensal inferior a 25% do salário mínimo por pessoa, pouco mais de R$ 260. Com a elevação desse limite, mais famílias serão contempladas.





Por: Agência Senado

Príncipe Charles é diagnosticado com Coronavírus


Quarta-feira, 25 de Março de 2020
Charles, de 71 anos, teve sintomas leves do coronavírus, mas, fora isso, “está com boa saúde e tem trabalhado de casa nos últimos dias”, informaram as autoridades.
Segundo informações da BBC, há pelo menos duas semanas Charles não tem contato com a rainha Elizabeth II. (Foto: Reprodução)
O príncipe Charles, herdeiro do trono do Reino Unido, testou positivo para o Covid-19, informaram autoridades do Palácio de Buckingham nesta quarta-feira (25/03). A BBC confirmou a informação.

Charles, de 71 anos, teve sintomas leves do coronavírus, mas, fora isso, “está com boa saúde e tem trabalhado de casa nos últimos dias”, informaram as autoridades.

A mulher de Charles, Camilla Parker-Bowles, a duquesa de Cornuália, de 72 anos, não foi diagnosticada com o vírus.

Os dois estão isolados em uma residência na Escócia.

Segundo informações da BBC, há pelo menos duas semanas Charles não tem contato com a rainha Elizabeth II.

A rainha Elizabeth II está em quarentena auto-imposta há quase duas semanas. Ela está isolada no Castelo de Windsor desde 15 de março, acompanhada de seu marido, o príncipe Philip.

Segundo a imprensa britânica, a rainha está mantendo contato com sua família por meio de aplicativos como FaceTime e Skype. O distanciamento social ocorreu depois que um membro do Palácio de Buckingham testou positivo para a Covid-19.

Monitoramento diário
Em entrevista à revista “Tatler”, Anna Hemming, da Clínica Cranley, que atuou durante sete anos como médica residente da família real, disse que os membros da realeza britânica estão sendo monitorados diariamente por uma equipe médica durante a pandemia do novo coronavírus. Elizabeth II e Philip, de 86 anos, são as maiores preocupações.

“Estão claramente no grupo de alto risco”, afirmou Anna. “Acredito que a família conversará todos os dias com os médicos e tomará todas as precauções razoáveis, principalmente o duque de Edimburgo, o mais frágil da família”, emendou a médica. Ela acrescentou ainda que todos que vivem no palácio receberam a orientação de se autoisolarem caso desenvolvam qualquer sintoma.





Por: Metrópoles

Preço da gasolina é reduzido nas refinarias a partir desta quarta-feira

Quarta-feira, 25 de Março de 2020
Esta é a décima vez que a petroleira diminuiu o preço do combustível este ano.
A redução segue a queda do preço do petróleo no mercado internacional. (Foto: Reprodução)
A Petrobras informou às distribuidoras que vai reduzir o preço da gasolina nas refinarias a partir da quarta-feira (25). A redução será em média de 15%.

Esta é a décima vez que a petroleira diminuiu o preço do combustível este ano. A redução segue a queda do preço do petróleo no mercado internacional.

De acordo com a consultoria INTL FCStone, o aumento não foi linear, e em algumas praças o preço foi reduzido e R$ 0,20 centavos e em outras a queda foi ainda maior.





Por: ClickPB

quinta-feira, 19 de março de 2020

Remédio japonês mostra ação em teste preliminar contra coronavírus

Quinta-feira, 19 de março de 2020
Cerca de 80 pacientes que receberam o remédio tiveram melhora mais rápida de seus sintomas e eliminaram o vírus do organismo mais rápido
Testes preliminares feitos com um pequeno grupo de pacientes na China sugerem que um medicamento desenvolvido para combater outras doenças virais também poderia ter efeitos positivos contra a atual pandemia de Covid-19, informa a agência de notícias Reuters.

Trata-se do favipiravir, produzido comercialmente no Japão com o nome de Avigan. O fármaco ainda não tem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não podendo, portanto, ser vendido no Brasil. Hoje, ele é produzido apenas sob demanda no país onde foi desenvolvido.

Segundo Zhang Xinmin, funcionário do Ministério da Ciência e Tecnologia da China, cerca de 80 pacientes da região de Shenzhen que receberam o remédio tiveram melhora mais rápida de seus sintomas respiratórios e demoraram menos tempo para eliminar o vírus de seu organismo. De acordo com o Nikkei Asian Review, jornal japonês de língua inglesa, essas melhoras se deram após 4,6 dias (no caso da tosse) e quatro dias (no caso dos testes sobre a presença do material genético do vírus), contra uma média de seis e 11 dias dos pacientes que não tomaram o remédio.

Os dados disponíveis até o momento indicam que o favipiravir atrapalha o processo de cópia do RNA, molécula “prima” do DNA que serve de material genético para muitos vírus, como o novo coronavírus, ou Sars-CoV-2, e também os causadores da febre amarela, da gripe e do Ebola.

Ao impedir que esses vírus produzam novas cópias de seu genoma, a droga seria capaz de barrar a reprodução viral nas células humanas. Durante o surto de Ebola de 2014, que matou mais de 11 mil pessoas, o medicamento japonês chegou a ser testado contra o vírus da doença, mas mostrou efeitos positivos apenas em pacientes que tinham quantidade relativamente baixa do parasita em seu organismo. O governo do Japão considera que ele poderia ser uma linha de defesa possível contra novas variantes perigosas de vírus da gripe.

Os resultados ambíguos da droga no combate ao Ebola, bem como a dificuldade geral de produzir medicamentos antivirais altamente eficazes, sugerem que ainda é cedo para considerar remédios como o favipiravir uma opção viável para tratar a Covid-19. Além disso, é preciso considerar o risco de efeitos colaterais, ainda não detectados por não ter ocorrido uso em massa.

Apesar disso, as ações da Fujifilm, cujo braço farmacêutico fabrica a droga, subiram 15%. A empresa, porém, ressaltou que sua licença para produzir o medicamento na China expirou em 2019. Isso deve abrir espaço para que, caso necessário, os chineses produzam uma versão genérica do remédio.





Por: Folha - Créditos: Folha

Prefeitura de Caldas Brandão envia foto de prevenção ao Covid-19, Coronavírus

Quinta-feira, 19 de março de 2020
Matéria do Portal Continental com o Portal da Transparência do município

Com essa pandemia deste vírus mortal, diversas instituições estão preocupadas e fazendo formas de conscientização para todos.

A Secretaria de Saúde do município de Caldas Brandão através do Portal da Transparência envia foto de algumas formas de como se prevenir.

Algumas atitudes são simples e muito eficazes.





Portal Continental com Site do Município

Prefeitura de Mari declara situação de emergência em saúde pública no âmbito do município

Quinta-feira, 19 de março de 2020
Matéria do Site da Prefeitura de Mari/PB

Mais de detalhes no link: http://www.mari.pb.gov.br/prefeitura-de-mari-declara-situacao-de-emergencia-em-saude-publica-no-ambito-do-municipio/





Por: Assessoria de Mari/PB

Brasil tem 509 infectados pelo novo coronavírus, afirma Ministério da Saúde


Quinta-feira, 19 de março de 2020
O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde de terça-feira, contabiliza 291 infectados.

Nesta quarta, a secretaria de Saúde de Goiás confirmou 12 casos do coronavírus, e a da Bahia anunciou o 18° infectado. (Foto: Reprodução)

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 19h20 desta quarta-feira (18), 509 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 20 estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, foi registrada a 3ª morte pelo coronavírus no Brasil, confirmada nesta quarta pelo governo estadual.

O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde de terça-feira, contabiliza 291 infectados.

Nesta quarta, a secretaria de Saúde de Goiás confirmou 12 casos do coronavírus, e a da Bahia anunciou o 18° infectado.

O governo de Tocantins confirmou o primeiro caso no estado e o Rio de Janeiro confirmou em coletiva que são 49 casos até o momento. O Pará registrou o primeiro caso de infecção por coronavírus.

O Amazonas registrou o segundo caso. Já no Distrito Federal, a secretaria de saúde confirmou 34 casos. Em Minas Gerais, o número chega a 19 infectados em todo o estado, 10 estão na capital. Sergipe confirmou o sexto caso do coronavírus.





Por: ClickPB

Decreto Nº 04/2020 – Declara situação de emergência em saúde pública no município de Mari

Quinta-feira, 19 de março de 2020
Matéria do Site da Prefeitura Municipal de Mari/PB

Mais detalhes no link: http://www.mari.pb.gov.br/decreto-no-04-2020-declara-situacao-de-emergencia-em-saude-publica-no-municipio-de-mari/





Por: Assessoria da Prefeitura de Mari/PB

segunda-feira, 16 de março de 2020

Governo do Estado deve suspender aulas como forma de prevenir o coronavírus na Paraíba


Segunda-feira, 16 de Março de 2020
Matéria do Site PBHOJE
O governador João Azevêdo (Cidadania) disse durante o programa Fala Governador, na Rádio Tabajara, nesta segunda-feira (16), que a gestão tomará novas medidas para combater o novo coronavírus. Segundo o gestor, entre as principais está a mudança no calendário escolar. A Paraíba tem, até esta segunda, 39 casos notificados, dos quais 11 foram descartados e 28 seguem em investigação.

“Iremos anunciar nesta terça-feira quais serão as mudanças que a Secretaria de Educação tomará, mas já sabemos que haverá um novo calendário escolar para as escolas e instituições de ensino”, explicou.

João ainda destacou a importância de se manter uma série de cuidados para que se evite as contaminações. “A recomendação do Estado é que não haja agenda pública para evitar aglomeração de pessoas, como em igrejas, teatros e shows. Se tudo ocorrer com esse cuidado, iremos ter êxito”, avaliou.

Todos os eventos do Estado, como inauguração e solenidades estão suspensos. Também foram canceladas, por dois meses, as férias para profissionais de saúde que trabalham no governo.

“Quanto mais se evitar aglomeração, as pessoas não tendo contato, você evitará essa contaminação acontecer. É essa a preocupação. Qualquer cidadão que tenha sintoma, deve ligar e receber orientação. Não precisa se dirigir. Caso comece ocorrer febre ou falta de ar, aí sim ele deve procurar uma unidade de saúde ou hospital. É nesse momento que pode se transformar pneumonia e levar pessoas a óbito. ,É importante entender que estamos nos preparamos, a Paraíba está preparada, temos mais de 500 equipamentos de respiração para dar suporte em caso de necessidades e isso vai dar o suporte necessário”, disse.





Por: PBHOJE

domingo, 15 de março de 2020

STF garante liberação de empréstimos ao Governo da Paraíba

Domingo, 15 de março de 2020
Matéria do Portal Correio
Ministro Edson Fachin (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar em ação movida pelo Governo da Paraíba, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), e determinou que a União não tome nenhuma medida punitiva contra o Poder Executivo Estadual e autorize a liberação de operações de créditos e outros investimentos federais e com organismos internacionais.

De acordo com o procurador-geral do Estado, Fábio Andrade Medeiros, a ação foi movida contra a União para que ela conclua a análise de operações de crédito no aporte de mais de R$ 1 bilhão, que se encontram em tramitação na Secretaria do Tesouro Nacional, e se abstenha de penalizar o Governo da Paraíba com argumento de que o Executivo Estadual não estaria apto por conta de gastos excessivos com a folha de pessoal, o que não corresponderia aos dados apresentados pelo Estado.

Fábio Andrade disse, ainda, que a concessão da liminar em favor do Governo da Paraíba irá garantir a liberação de investimentos e operações de créditos que estavam travados pela União, prejudicando a execução de várias obras e projetos no estado.

Dentre estas operações está o crédito com a Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), no valor de R$ 188.886.893,62; operação de crédito relativa ao aprimoramento do Modelo de Atenção na Rede de Saúde – Projeto AMAR, no valor de US$ 45.197.310,00 (o correspondente a R$ 216.576.470,06), com recursos do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento; a operação de crédito relativa ao Projeto de Modernização e a ampliação da Eficiência da Gestão Hídrica e da Prestação dos Serviços de Saneamento no Estado da Paraíba – Projeto de Segurança Hídrica, no valor de  US$ 126.886.874,00 (o correspondente a R$ 608.016.522,83), com recursos do Bird (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento).

O ministro Fachin acatou os argumentos do Estado e determinou em sua decisão o seguinte: “Ante o exposto, concedo a tutela provisória de urgência, nos termos do art. 300 do CPC, com a finalidade de determinar que a ré se abstenha de aplicar as sanções previstas no art. 23, §3º, da LC 101/2000, ao Poder Executivo estadual, em razão do descumprimento do limite percentual de gastos com pessoal por parte de outros Poderes e órgãos do Estado, notadamente Poder Legislativo, Poder Judiciário e Ministério Público”.





Por: Portal Correio

Gracyanne Barbosa ousa no look e confunde fãs

Domingo, 15 de março de 2020
Matéria de O Dia
Gracyanne Barbosa postou um vídeo de seu treino na academia nesta quinta-feira e deixou os seus seguidores espantados. É que a a musa fitness usou um macacão nude e, a primeira vista, parece que ela está sem roupa.

“Mulher, achei que você estava sem roupa”, disse uma seguidora. “Gosto de pouca roupa, mas nem tanto”, brincou a musa fitness. “Só eu achei que ela estava malhando pelada? Já ia experimentar essa tendência”, disse outra pessoa. “Essa calça do macacão é o auge. Só não uso porque não tenho bunda”, disse uma fã.





Por: O Dia

Julian Lemos diz que Bebianno foi leal, mas jogado na 'lama por covardes': "O mataram de tristeza"

Domingo, 15 de março de 2020 c ç Ç L
Matéria do WSCom
Da Redação / Portal WSCOM
O deputado federal Julian Lemos lamentou, neste sábado (14), a morte do ex-secretário da Presidência Gustavo Bebianno, que não resistiu a um infarto fulminante na madrugada de hoje.

Julian disse que Bebianno foi íntegro e leal e ‘um dos mais importantes nomes que viabilizaram a mudança desse país’. “O tempo dirá, a história absolve os bravos e condena os covardes”, disse.

“Esse homem que foi atacado em sua honra, jogando na lama por covardes que o mataram de tristeza, jamais negociou sua dignidade, mas o Justo Juiz não dorme, e haverá de fazer justiça”, completou.

Morte
Bebianno estava em seu sítio em Teresópolis junto com um caseiro e seu filho. Por volta de 4h30 ele comunicou ao filho que estava passando mal e se dirigiu ao banheiro para ingerir um remédio. Minutos depois, sofreu uma queda e teve ferimentos na cabeça. Ele foi levado para uma unidade hospitalar da cidade, mas não resistiu.





Por: WSCom

sábado, 14 de março de 2020

Governo anuncia que primeiro paciente com coronavírus no Brasil está curado

Sábado, 14 de março de 2020
© Reprodução YouTube
O infectologista coordenador do Centro de Contingência para coronavírus do Estado de São Paulo, anunciou que o homem, de 62 anos, primeiro caso de coronavírus no País, está curado. A informação foi repassada durante entrevista nesta sexta-feira (13) no Palácio do Bandeirantes, na capital paulista.

O caso tinha sido confirmado no último dia 26 de fevereiro. O paciente apresentou os sintomas da doença nove dias após a volta da Itália. O homem ficou isolado no Hospital Albert Einstein, mesmo assim, transmitiu o vírus para dois familiares.

Além do anúncio, a coletiva também serviu para informar a decisão do governo de suspender gradualmente as aulas da rede pública estadual e municipal de ensino em São Paulo.





Por: istoe.com.br

Pagamento do 13º para aposentados é antecipado por causa do coronavírus

Sábado, 14 de março de 2020
Prova de vida de beneficiários do INSS também será suspensa
Pagamento de benefício foi antecipado pelo Governo Federal (Foto: Imagem ilustrativa | Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O Ministério da Economia anunciou nesta quinta-feira (12) a adoção de providências para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus para a população. Entre as medidas anunciadas, está a antecipação, para abril, do pagamento de R$ 23 bilhões referentes à parcela de 50% do 13º salário aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS). A pasta também anunciou a suspensão, pelo período de 120 dias, da realização de prova de vida dos beneficiários do INSS.

Essas são as primeiras decisões tomadas pelo grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia de Covid-19, que se reuniu ao longo do dia. O colegiado foi instituído pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, com o objetivo de acompanhar a conjuntura e propor medidas para mitigar os efeitos econômicos do avanço da infecção no país.

O grupo é constituído por representantes de todas as secretarias especiais da pasta, sob a coordenação do secretário-executivo, Marcelo Guaranys. O colegiado monitora as áreas fiscal, orçamentária, crédito, gestão pública, questões tributárias, setor produtivo, relação federativa, trabalho e previdência.

“A gente tem grandes preocupações com cadeias produtivas, verificar o que está sendo desabastecido, o que precisa de auxílio, por exemplo, com produtos hospitalares, se precisa de alguma facilidade para desembaraço aduaneiro, se precisa de alguma redução de tarifa de exportação, que medida precisa ser adotada a cada momento necessário. Estamos acompanhando, obviamente, os indicadores da economia e a necessidade de remanejamento de orçamento”, afirmou Marcelo Guaranys, ao comentar sobre como o grupo deve atuar.

Juros do consignado
O grupo de monitoramento também anunciou que vai propor ao Conselho Nacional da Previdência Social a redução do teto dos juros dos empréstimos consignado em favor dos beneficiários do INSS, bem como a ampliação do prazo máximo das operações.

“Também proporemos, ao Congresso Nacional, via medida legislativa, a ampliação da margem consignável. Existe a margem consignável que é aquela parcela que a pessoa pode comprometer do seu orçamento, do seu salário, do seu benefício [no pagamento do empréstimo]”, explicou o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Atualmente, essa margem está em 30%, mas o governo ainda não definiu qual aumento vai sugerir na proposta.

O governo também estuda permitir novos saques imediatos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O saque imediato do FGTS foi iniciado em 2019 e vai até 31 de março deste ano. A medida permite o resgate de até R$ 998 por quem tem conta no fundo. “Com relação ao FGTS, é sim uma medida que estamos analisando, respeitando a sustentabilidade do fundo e o dinheiro dos cotistas. Todas as medidas, por isso mesmo digo monitoramento, elas serão tomadas quando necessárias”, disse o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.

Medicamentos
Outra proposta anunciada pelo grupo é a definição, em parceira com o Ministério da Saúde, da lista de produtos médicos e hospitalares importados que terão preferência tarifária para garantir o abastecimento das unidades de saúde do país. Também serão tomadas medidas para priorizar o desembaraço aduaneiro de produtos médicos-hospitalares.

No âmbito da gestão pública, o governo deve publicar uma Instrução Normativa com recomendações relacionadas ao funcionamento do serviço público federal durante esse período de avanço das infecções pelo novo coronavírus.

“Outras medidas podem ser adotadas de acordo com o andamento dos trabalhos do grupo de monitoramento e orientações do Ministério da Saúde”, informou o Ministério da Economia, em nota.





Por: Agência Brasil

POLICIAL

GALERIAS DE FOTOS

ENTRETENIMENTO

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T