ULTIMAS NOTICIAS

domingo, 11 de fevereiro de 2018

'Meninos de areia' fazem escultura em sítio durante Carnaval no Conde, PB


Domingo, 11 de fevereiro de 2018
Irmãos abandonaram música há 15 anos para fazer mais que um castelo de areia e alcançaram sucesso internacional.
Obras dos 'Meninos de Areia' expostas numa praia de Santos, em São Paulo (Foto: Márcio Santhos/Arquivo Pessoal)
Márcio Santhos e Allan Rosa, escultores de areia da Paraíba, fazem uma nova obra neste fim de semana de Carnaval (10 e 11) no Sítio Tambaba, no Conde. Eles, irmãos de criação, há 15 anos transformam areia e água em obras de arte que já repercutiram por boa parte do mundo. Sobre o que esperar da obra desta semana, Márcio diz que eles vão “chegar lá, observar o monte de areia e vai surgir alguma coisa”.

A exposição “Encantos da Areia” foi encomendada pela Prefeitura do Conde, segundo os artistas, para ornamentar o sítio que é parte de um circuito turístico rural da cidade e já oferta comidas e bebidas regionais aos turistas. Os “meninos de areia” contam que até ficaram surpresos ao conhecer o local por ser movimentado e bonito.

Márcio e Allan vêm de uma turnê no Sul e Sudeste do Brasil que lhes rendeu muitos frutos. “Uma escultura de Nossa Senhora Aparecida que fizemos em 12 de outubro, em Bertioga (litoral paulista) repercutiu até em Portugal!”, lembra Márcio. A obra foi feita no dia em que é comemorada a beatificação da santa. Além dessa, a dupla arrecada passagens nos Estados Unidos, Panamá e em países da Europa.

Até as areias da praia, 490 km
De Monte Horebe saíram os artistas. Apesar de Allan ser de São Paulo e seus pais, piauienses, durante a adolescência ele frequentava a casa de Márcio na cidade do Sertão paraibano. “Allan chegava lá em casa dizendo que ia passar 2 ou 3 dias e acabava ficando um ano”, sorri Márcio.

O paraibano conta que sua mãe cuidava de Allan, o matriculava na escola e não deixava ele ir embora no meio do ano letivo para que não perdesse os estudos. “Não somos irmãos biológicos, mas de criação”, conclui.
Márcio faz um castelo de areia numa praia de Santos, em São Paulo (Foto: Márcio Santhos/Arquivo Pessoal)
“Eu ia para lá porque éramos músicos. A gente se juntava pra tocar, fazer arte. Foi quando decidimos tocar nos quiosques da praia (Monte Horebe fica a 490 km do litoral da Paraíba) e ganhamos um trocado”, conta Allan. Completando sua fala, Márcio diz: “Deus que me perdoe, mas era uma esmola o que recebíamos”.

Foi quando, por brincadeira, os irmãos começaram a fazer uma sereia e outras esculturas na areia e viram que tinham talento. Desde então, em 2003, eles seguem a vida de artista sobre as areias tocando suas notas em pás, espátulas e baldes de água.
Presépio esculpida nas areias pelos irmãos Márcio e Allan (Foto: Márcio Santhos/Arquivo Pessoal)



Por G1 PB

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T