ULTIMAS NOTICIAS

sábado, 21 de abril de 2018

Morte por H1N1 é confirmada em Cabedelo, PB, diz Saúde


Sábado, 21 de abril de 2018
Além da morte por H1N1, também foram confirmadas duas por influenza A do subtipo H3.
Confirmada morte por H1N1 na Paraíba (Foto: Romero Mendonça/Secom
Uma morte por influenza A do subtipo H1N1pdm09 foi confirmada em Cabedelo, na Grande João Pessoa, segundo o Boletim da Influenza divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta sexta-feira (20). Os dados correspondem ao período de 1º de janeiro a 20 de abril de 2018.

Além da morte por H1N1, também foram confirmadas duas por influenza A do subtipo H3. Outros quatro casos suspeitos foram descartados e um segue em investigação.

Segundo a SES, foram notificados 51 casos suspeitos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e, destes, dois casos (4%) foram confirmados para influenza sazonal. Foi descartada a presença do vírus da Influenza em 33 casos (64%). Os demais seguem em investigação.

A SES observa que, no entanto, as notificações realizadas por SRAG englobam um número maior de doenças respiratórias, o que eleva o número de casos notificados atualmente, com o objetivo de conhecer o comportamento não só das doenças ocasionadas pela influenza, como também das pneumonias.

Todo caso de SRAG hospitalizado deve ser notificado e encaminhado ao Núcleo de Doenças Transmissíveis Agudas da SES, exceto os casos atendidos nos serviços de saúde do município de João Pessoa.

Vacinação
A Campanha de Vacinação contra a Gripe vai ser realizada a partir de segunda-feira (23) até o dia 1º de junho, em todas as unidades de saúde dos 223 municípios do estado.

A meta para o ano de 2018 é vacinar 90% dos grupos prioritários: pessoas com 60 anos da idade ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, profissionais de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que estão sob medidas socioeducativas, e a população privada de liberdade.



Por G1 PB

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T