ULTIMAS NOTICIAS

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Prática de golpe com cartão de crédito continua em alta no país

Terça-feira, 21 de setembro de 2021
Matérias de Notícias ao Concurso
Imagem em reprodução/Internet
O tão popular golpe do cartão de crédito através do telefone, que geralmente envolve um “suposto funcionário de um banco” em busca de atrair informações das vítimas, está cada vez mais popular em diversas regiões do país.

Somente no mês de agosto, foram localizadas quadrilhas que cometem esse golpe do cartão de crédito no Distrito Federal e em São Paulo. Os criminosos costumam dispor de softwares sofisticados, que são capazes até mesmo de simular músicas de bancos e um som ambiente como se estivessem em um call center.

Na maioria dos casos, aposentados ou pessoas menos instruídas sobre o assunto são as principais vítimas de golpe do cartão de crédito. Do outro lado da linha, os criminosos tentam utilizar diversas formas para ludibriar as pessoas, como de que supostas compras haviam sido feitas com o seu cartão.

Casos haviam aumentado desde o início do ano
Segundo a Federação Brasileira de Bancos, houve um crescimento nos meses de janeiro e fevereiro neste ano, que chegou a ser de 340% em relação ao ano anterior. As maiores queixas são para o golpe de “falso funcionário” e falsa central telefônica.

Ainda segundo a Febraban, cerca de 70% das fraudes estão vinculadas com a engenharia social. A Polícia Civil da Bahia realizou um alerta no final de julho, apontando que embora o “golpe do motoboy” já tenha surgido três anos atrás, com a chegada da pandemia têm se percebido uma incidência ainda maior de golpes.

Segundo o Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o aumento das fraudes se deu durante a pandemia, com uma ordem de 20 a 30%, onde os registros apontaram a quantidade de queixas feitas pelos consumidores. Também foi confirmado que os idosos são as vítimas mais vulneráveis nesse tipo de golpe.

O recomendado é não entrar em desespero
Muitas vezes as vítimas relatam que no momento em que caíram no golpe, estavam ao lado de suas famílias. Os criminosos em muitas ocasiões aparentam um alto profissionalismo, inclusive colocando efeitos sonoros e músicas de espera. Porém é sempre mais perigoso quando se fornecem dados liberando um pagamento de sua conta, por exemplo.

Se mesmo assim não houver como reparar o acontecido, o primeiro passo é entrar com um processo administrativo contra o Banco. Também é possível acionar o Procon de sua região para entrar com um processo alegando danos morais.

Algumas quadrilhas que aplicavam o golpe do cartão de crédito já foram presas
Integrantes de quadrilhas que aplicavam o golpe do motoboy foram presas em algumas ações policiais durante os últimos meses. Na tarde da última terça-feira (14), a Polícia Civil de São Paulo prendeu quatro mulheres suspeitas de integrar uma quadrilha dedicada à praticar golpes financeiros.

De acordo com as informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, eles foram abordados em uma casa alugada e que servia de fachada como uma espécie de Central de Atendimento. Muitas das vítimas dessas quadrilhas, que são especialistas em clonar cartão crédito, nem mesmo chegam a abrir um boletim de ocorrência, o que facilita o trabalho dos criminosos.



Por: João Vitor Jacintho

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T