ULTIMAS NOTICIAS

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Secretários municipais de agricultura do Sertão e da Borborema visitam o município de Mari para conhecer projetos desenvolvido pela gestão municipal

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021
Matéria da Assessoria de Comunicação
Na última sexta-feira, 15, os secretários de agricultura dos municípios de Maturéia, Água Branca e Tavares, e de São Sebastião de Lagoa de Roça, na região de Campina Grande, acompanhados por um representante da Secretária Estadual da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Seminário realizaram uma visita técnica a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico e Agrário (SMDEA), especificamente, aos JARDINS CLONAIS do Arranjo Produtivo Local da Mandiocultura (APL-M).
Os visitantes foram recepcionados pela equipe da SMDEA num café da manhã que foi servido no Bistrô Rural Sementes da Terra, no Assentamento Tiradentes. Em seguida ocorreu uma reunião da sede da associação rural do assentamento, na qual foram apresentadas as linhas gerais do APL-M; foi tratado também, de forma rápida, a pedido dos visitantes, sobre o Projeto de Melhoramento Genético e Sanitário de Ruminantes que é desenvolvido pela SMDEA.
¹Dando continuidade as ações programadas para a visita técnica, a equipe foi conhecer o jardim clonal de mandioca que foi implantado na comunidade de Açude Grande; naquela comunidade, além da visita à área do jardim clonal também ocorreu uma reunião (à sombra de um cajueiro), na qual o agricultor familiar (maniveiro¹ – produtor de manivas sementes), o senhor Eduardo Félix, fez exposição sobre a metodologia utilizada na implantação e tratos culturais do jardim clonal, tirou as dúvidas dos presentes, além de fechar a venda² de manivas sementes com os secretários.
Finalizando a visita técnica, a equipe se dirigiu ao Assentamento Zumbi dos Palmares para conhecer outro jardim clonal de mandioca.

O senhor Inácio, presidente da associação dos mandiocultores de Tavares, fez a aquisição de 2 mil manivas sementes ao produtor, o senhor Eduardo Félix. Recursos oriundos da própria associação.

Os representantes dos municípios presentes e governo estadual, irão verificar nos orçamentos públicos meios para também adquirirem manivas sementes com os produtores cadastrados e acompanhados pela SMDEA.

¹ A figura do maniveiro tem por princípio a produção de sementes manivas e não a produção da raiz da mandioca;

² O negócio do maneiro é vender a maniva (sementes de qualidade comprovada e específica para cada finalidade – plantas como maior resistência às pragas e doenças, resistências as intempéries climáticas, maior quantidade de amido, biofortificada com vitamina A, Betacaroteno….; maior volume de massa verde para a ração animal… ) para o produtor de mandioca. Enquanto o quilo de mandioca gira em torno de 50 centavos de real, uma semente maniva custa entre $1 e $1,5 real. Uma maniva rende entre 7 e 10 sementes.
O desenvolvimento econômico e social se faz com investimento em tecnologia, criação de novos produtos que gere agregação de valor, participação dos agentes do sistema produtivo e a capacitação das pessoas; é gerando riquezas sustentáveis e inclusivas que se constrói um futuro melhor para todos!






Por: Assessoria de Comunicação

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T