ULTIMAS NOTICIAS

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Boca elimina o Cruzeiro e pega o Palmeiras na semifinal


Sexta-feira, 05 de setembro de 2018
Equipes voltarão a disputar uma vaga na final da competição sul-americana depois de 17 anos; o primeiro jogo será em Buenos Aires e o segundo em São Paulo
Foto: Estadão Conteúdo
O Boca Juniors empatou com o Cruzeiro em 1 a 1, nesta quinta-feira (4), no Mineirão, se classificou à semifinal da Libertadores da América e enfrentará o Palmeiras na próxima fase. Na ida, o Cruzeiro havia perdido por 1 a 0.

Boca Juniors e Palmeiras irão reeditar a semifinal da Libertadores da América de 2001. Na ocasião, a equipe argentina eliminou o Palmeiras na disputa de pênaltis, depois de empatar as duas partidas das semifinais.

Nesta Libertadores, os dois times se enfrentarão na fase de grupos. O Palmeiras empatou em 1 a 1 no Allianz Parque, e venceu na estádio La Bombonera por 2 a 0.

Em desvantagem e com a necessidade de vencer por uma diferença de três gols para seguir na competição, a equipe mineira tentou começar a partida colocando pressão, e logo nos primeiros movimentos Arrascaeta testou o goleiro Rossi, que fez defesa tranquila.

Mas foi o Boca Juniors que assustou o adversário aos 10 minutos de jogo. Pablo Pérez chutou de fora da área e obrigou Fábio a fazer grande defesa.

Mostrando um pouco de nervosismo, o Cruzeiro errava muitos passes, não conseguia encontrar espaços e isso acabava prejudicando na criação das jogadas no setor ofensivo.

No final do 1º tempo, o time de Mano Menezes levou perigo em chute de longe de Lucas Silva, e depois chegou a marcar com Barcos, mas o árbitro Andres Cunha marcou falta do zagueiro Dedé no goleiro do Boca e causou muita reclamação dos cruzeirenses.

O técnico do Cruzeiro colocou a equipe no ataque, Sassá entrou no lugar de Lucas Silva e no primeiro lance do atacante, a equipe mineira inaugurou o placar. Depois da cobrança de escanteio, Léo cabeceou, a bola tocou em Barcos e sobrou para Sassá mandar para o gol.

A partida continuou tensa e a equipe mineira não conseguiu aproveitar as chances que teve. Aos 35 minutos, a situação do Cruzeiro ficou mais difícil com a expulsão de Dedé, depois que o zagueiro levou o segundo amarelo, e consequentemente o vermelho.

Nos acréscimos da partida, o Boca empatou e acabou com o sonho do Cruzeiro de ir mais longe na Libertadores. O zaguiero Léo falhou, Pavón aproveitou e deixou tudo igual.




Fonte: O Destak Esportes

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T