ULTIMAS NOTICIAS

quinta-feira, 14 de março de 2019

Flamengo comete dois pênaltis, mas domina LDU, vence e se isola na liderança do Grupo D da Libertadores

Quinta-feira, 14 de março de 2019
Éverton Ribeiro, Gabigol e Uribe marcam, Diego Alves defende uma das penalidades, e equipe equatoriana desconta apenas no fim do segundo tempo com Borja
Everton Ribeiro comemora gol do Flamengo contra a LDU. Getty Images
Com uma performance absolutamente dominante, o Flamengo venceu a LDU-EQU por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Maracanã, em duelo válido pela segunda rodada do grupo D da Copa Libertadores.

O placar poderia ter sido maior, devido ao domínio rubro-negro, que abriu o placar aos 9 minutos, com Everton Ribeiro, recebendo passe de Diego.

O único momento de maior perigo sofrido pelo Fla foi nos instantes finais do primeiro tempo, quando Diego cometeu pênalti. Intriago foi para a cobrança, mas Diego Alves defendeu.

Gabigol e Diego ainda perderam chances claras de gol antes do intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo continuou pressionando, e Gabigol, aos 24, fez o segundo do time. Ainda deu tempo de Uribe, aos 35, fazer o terceiro do rubro-negro.

Já nos acréscimos, o árbitro marcou um novo pênalti para a LDU, mas dessa vez Borja converteu e diminuiu o placar para os equatorianos.

Com este resultado, o Flamengo vai aos 6 pontos e segue 100% na Libertadores, com 4 gols marcados e um sofrido, liderando o grupo D. A LDU fica com 3 pontos.

A próxima partida do Flamengo na Libertadores será no dia 3 de abril, em casa, contra o Peñarol-URU.

O jogo
Apoiado por grande torcida, o Flamengo iniciou a partida tentando sufocar o adversário. Com posse de bola, o time dirigido por Abel Braga foi empurrando o adversário para trás e, logo aos oito minutos, marcou o primeiro gol. Renê investiu pela esquerda e lançou Diego. O meia observou a penetração de Éverton Ribeiro, que recebeu a bola e tocou para a rede de Gabbarini.

O time equatoriano não conseguia sair do seu campo defensivo e só aos 13 minutos é que tentou uma investida, mas Willian Arão desarmou Aguirre e acabou com o ataque da LDU.

Aos 17 minutos, o Flamengo quase ampliou a vantagem. Éverton Ribeiro bateu falta, Bruno Henrique cabeceou forte e Gabbarini fez grande defesa. Dois minutos depois, Pará cruzou e Willian Arão cabeceou com perigo, mas a bola encobriu o travessão do goleiro equatoriano.

Depois dos 20 minutos, o Flamengo diminuiu o ritmo, mas seguiu com o controle da partida. Aos 25 minutos, Rodrigo Caio avançou sem marcação e lançou Éverton Ribeiro. O cruzamento do atacante encontrou Diego livre na pequena área, mas o meia bateu para fora, desperdiçando uma grande oportunidade.

O Rubro-negro da Gávea seguiu perdendo oportunidades. Aos 29 minutos foi a vez de Gabigol, que recebeu na área e chutou. O goleiro Gabbarini deu rebote e Gabigol bateu por cima do travessão, quando o goleiro da LDU estava fora da jogada.

A equipe equatoriana encontrava dificuldades para trocar passes e não conseguia chegar na área do time carioca em função da forte marcação exercida sobre o Flamengo, que sempre recuperava a bola, antes de sofrer qualquer ameaça.

No seu primeiro ataque perigoso, aos 43 minutos, a LDU teve a chance de marcar o gol do empate quando Vega foi derrubado por Diego na área. Intriago bateu no canto direito e Diego Alves fez grande defesa, mantendo o Flamengo na frente.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com a mesma disposição ofensiva, pressionando em busca do segundo gol. Aos dez minutos, Éverton Ribeiro fez grande lançamento para Bruno Henrique, mas o atacante não conseguiu dominar a bola, que ficou nas mãos do goleiro Gabbarini.

Aos 14 minutos, o goleiro da LDU voltou a aparecer bem para defender parcialmente um chute forte de Willian Arão e ainda chegou antes de Renê que tentava apanhar o rebote.

O time da Gávea seguia comandando as ações, embora com menos intensidade do que a demonstrada no primeiro tempo. A LDU seguia concentrada na defesa e não conseguia se organizar no campo de ataque.

Aos 23 minutos, o time dirigido por Abel Braga ampliou a vantagem. Éverton Ribeiro fez ótimo lançamento para Bruno Henrique, que apenas escorou para a conclusão certeira de Gabigol.

O Flamengo poderia ter marcado o terceiro gol aos 26 minutos, mas Gabigol furou na área após receber ótimo passe, de cabeça, de Willian Arão.

Aos 36 minutos, logo depois de entrar na vaga de Bruno Henrique, Uribe marcou o terceiro gol, no seu primeiro toque na bola, após receber passe de Willian Arão.

A LDU só voltou a aparecer na área brasileira aos 42 minutos. Quinteros cruzou da direita, Willian Arão se atrapalhou ao tentar cortar e desviou para o seu gol, mas Diego Alves estava atento e evitou o primeiro gol dos visitantes.

O lateral peruano Trauco entrou no lugar de Renê e, numa das primeiras intervenções, cometeu pênalti sobre Nico Freire. Aos 45 minutos, Martinez bateu e não deu chance para Diego Alves, definindo o resultado da partida.

FICHA TÉCNICA;
FLAMENGO-BRA 3 X 1 LDU-EQU
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de março de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Germán Delfino (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfa (Argentina) e Ezequiel Brasilovsky (Argentina)
Cartão Amarelo; Cuellar(Fla); Aguirre, Intriago(LDU)
Gols: FLAMENGO: Éverton Ribeiro, aos oito minutos do primeiro tempo; Gabigol, aos 23 minutos e Uribe, aos 36 minutos do segundo tempo LDU: Martinez, aos 45 minutos do segundo tempo

FLAMENGO
Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê(Trauco); Gustavo Cuellar(Arrascaeta), Willian Arão, Éverton Ribeiro, Diego e Bruno Henrique(Uribe); Gabigol
Técnico: Abel Braga

LDU
Adrián Gabbarini, Carlos Rodríguez, Nico Freire, Christian Cruz e Quinteros;
Intriago(Murillo), Orejuela, Vega e Jhojan Julio; Ayovi(Julio Angulo) e Aguirre(Martinez)
Técnico: Pablo Repetto.





Fonte: ESPN

Perfil de ""

Formado em radialismo,Cursou A FUNETECE,Ensino médio Completo,E-mail: radialistasergiothiago@gmail.com.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 PORTAL CONTINENTAL
Design by | T